sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Clientes abandonam Novo Banco de Leiria após chegada da PSP

Os clientes lesados em papel comercial do Banco Espírito Santo (BES) abandonaram ordeiramente a segunda agência do Novo Banco, que tinham invadido hoje à tarde, após a chegada da PSP.

PAULO CUNHA

Passavam cerca de nove minutos das 15:00, quando o gerente da agência do Novo Banco, junto às piscinas municipais de Leiria, pediu aos manifestantes para saírem do espaço, porque estava na hora de encerramento.

Os clientes recusaram abandonar o local, voltando a exigir o pagamento do seu dinheiro. Meia hora depois, um agente da PSP de Leiria entrou na dependência bancária e falou com os manifestantes, explicando-lhes que se não saíssem iriam incorrer "num crime de desobediência".

Após alguma contestação, os manifestantes foram abandonando o espaço. "Já nos fizemos ouvir, agora saímos ordeiramente", anunciou um dos organizadores. 

Às 15:37 os manifestantes já estavam na rua, prometendo continuar a luta.

Hoje de manhã, cerca de 30 pessoas invadiram as instalações do Novo Banco em Leiria, reclamando os seus direitos e exigindo o dinheiro investido em papel comercial no BES, instituição que veio dar lugar ao Novo Banco.

Perto das 14 horas, o grupo dirigiu-se para outro balcão do mesmo banco, a cerca de 500 metros do primeiro local de protesto.

A 03 de agosto de 2014, o Banco de Portugal tomou o controlo do BES, após a apresentação de prejuízos semestrais de 3,6 mil milhões de euros, e anunciou a separação da instituição em duas entidades: o chamado banco mau (um veículo que mantém o nome BES e que concentra os ativos e passivos tóxicos do BES, assim como os acionistas) e o banco de transição que foi designado Novo Banco.



Lusa
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.