sicnot

Perfil

Queda do BES

Imóveis da família Espírito Santo foram arrestados há um mês

Imóveis da família Espírito Santo foram arrestados há um mês

Há precisamente um mês, foram arrestadas várias casas e prédios da família Espírito Santo. O arresto aconteceu para garantir eventuais indemnizações que o grupo seja condenado a pagar.

  • Advogado não esclarece se Ricardo Salgado é arguido
    0:46

    Queda do BES

    O advogado de Ricardo Salgado, Francisco Proença de Carvalho, não esclareceu esta quarta-feira se o seu cliente foi ou não constituído arguido no processo de investigação ao caso BES. Proença de Carvalho referiu também que a defesa vai atuar com todos os meios possíveis.

  • Ricardo Salgado esteve sempre em casa durante as buscas
    1:38

    Queda do BES

    O Ministério Público e a Polícia Judiciária voltaram esta quarta-feira a fazer buscas nas casas de Ricardo Salgado, Amílcar Morais Pires e José Manuel Espírito Santo. Desta vez, arresto de bens. Ricardo Salgado permaneceu em casa durante todo o processo. Um dos visados garante que não é arguido em nenhum processo e, por isso, não poderia ser alvo das apreensões judiciais.

  • Buscas e arresto de bens na família Espírito Santo

    Queda do BES

    A Policia Judiciária está de novo a proceder a buscas à família Espírito Santo e a altos quadros do BES, como os antigos administradores Amílcar Morais Pires, José Manuel Espírito Santo ou Ricardo Salgado. São casas, escritórios e propriedades um pouco por todo o país. 

  • Família perde tudo na aldeia de Queirã
    2:32
  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08

    País

    A chuva que caiu nos últimos dias não deverá ter impactos relevantes na dominuição da seca e, por isso, o risco de incêndios vai voltar a aumentar com nova subida das temperaturas. Os termómetros podem chegar aos 30 graus entre domingo e quarta-feira.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão