sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

"Banco mau" com "buraco" financeiro de 2,4 mil milhões de euros

O Banco Espírito Santo (BES), o 'banco mau', anunciou esta sexta-feira que tinha um 'buraco' financeiro de 2,4 mil milhões há um ano, após a resolução do Banco de Portugal a 3 de agosto de 2014.

(Arquivo)

(Arquivo)

SIC

Em comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a instituição agora liderada por Luís Máximo dos Santos revelou o balanço do 'banco mau' a 4 de agosto do ano passado e a conclusão é que, entre o ativo e o passivo, existe um 'buraco' de 2.421 milhões de euros.

Na altura, o Banco de Portugal transferiu para o BES 'mau' um património avaliado em 193,4 milhões de euros, mas as suas responsabilidades, ou seja o passivo, era de 2.614 milhões de euros, o que dá um total de capital próprio negativo de 2.421 milhões de euros.

Na 'fotografia' tirada às contas do BES 'mau' a 4 de agosto de 2014, do passivo de 2,6 mil milhões de euros, cerca de mil milhões são provisões para fazer face "a determinadas contingências devidamente identificadas", como, por exemplo um montante de 667,6 milhões de euros "relacionados com dívida emitida pelo Grupo Espírito Santo e subscrita por clientes de retalho do BES". Ou seja, o montante que a Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial (AIEPC) vêm reclamando junto do Novo Banco e do Banco de Portugal.

Aliás, esta questão já tinha sido levantada pelo presidente do BES 'mau' quando em fevereiro, na comissão de inquérito parlamentar do BES e GES disse que "a provisão não se evaporou" e que estaria registada nas contas do 'banco mau'.

Luís Máximo dos Santos adiantou, no entanto, que, "por muito extraordinariamente eficiente que fosse a administração do banco", não se antevia que pudesse "haver recursos suficientes porque, com os ativos que temos, o grau de recuperabilidade é baixo".

Nessas provisões também estão incluídos 271,9 milhões de euros para "determinadas obrigações para o BES, no âmbito da aquisição por parte de clientes venezuelanos de dívida emitida pelo Grupo Espírito Santo".

No passivo do banco está também o empréstimo de 834,6 milhões de dólares (760 milhões de euros) contraído pelo BES à Oak Finance, uma sociedade veículo do banco Goldman Sachs, e que não foi transferida para o Novo Banco por decisão do Banco de Portugal.

Ainda hoje os tribunais britânicos decidiram que a disputa entre o Novo Banco e o Goldman Sachs deve ser decidida no Reino Unido, sendo uma decisão que contraria as pretensões do Novo Banco que queria que o caso fosse julgado em Portugal, alegando que os tribunais portugueses são os mais competentes sobre o assunto.

O Goldman Sachs quer garantir que a dívida é paga pelo Novo Banco apesar de o Banco de Portugal ter decidido transferir a dívida para o BES, onde a probabilidade de reembolso é altamente remota.

O balanço indica também que o resultado líquido no dia 4 de agosto de 2014 era de um prejuízo de 8.947 milhões de euros.

Lusa

  • Família Aveiro na inauguração do Aeroporto Cristiano Ronaldo
    2:34

    País

    A decisão de dar o nome de Cristiano Ronaldo ao aeroporto da Madeira divide opiniões. Contudo, na cerimónia de inauguração desta quarta-feira só se ouviram aplausos. Os madeirenses juntaram-se à porta do aeroporto para ver e receber o melhor jogador do mundo. Também a família do jogador esteve na Madeira para apoiar Ronaldo.

  • A (polémica) mudança de nome do aeroporto da Madeira
    2:00

    País

    O aeroporto da Madeira é desde esta quarta-feira aeroporto Cristiano Ronaldo. O Presidente da República e o primeiro-ministro estiveram juntos na homenagem ao futebolista. A alteração não é consensual entre os madeirenses.

  • O busto de Ronaldo que virou piada no mundo inteiro
    2:04

    País

    No dia em que foi formalizado o novo nome do aeroporto da Madeira, foi também conhecido o busto em bronze de Cristiano Ronaldo e que, desde logo, começou a provocar reações em todo o mundo. As críticas da imprensa internacional não são propriamente positivas e a internet aproveitou para dar contornos humorísticos à criação.

  • Os seus descontos para a Segurança Social estão em ordem?
    7:50
    Contas Poupança

    Contas Poupança

    4ª FEIRA JORNAL DA NOITE

    Os portugueses estão cada vez mais preocupados com a reforma. O valor que se vai receber depende dos descontos que se fizerem para a Segurança Social. Mas há contabilistas que cometem burlas com o dinheiro dos clientes, há esquecimentos, e empresas que deixam de pagar as contribuições por falta de verbas. O Contas Poupança explica-lhe como pode ver neste instante se todos os seus descontos estão nos cofres da Segurança Social, e corrigir algum erro antes que seja tarde demais.

  • "Não há razão para fingirmos que hoje é um dia feliz"
    1:55

    Brexit

    Depois de receber esta quarta-feira a notificação do Brexit, o presidente do Conselho Europeu antecipou negociações difíceis. Donald Tusk diz que agora é preciso minimizar os prejuízos para os cidadãos europeus e para as empresas.

  • "Não há recuo possível"
    2:30

    Brexit

    O processo de saída do Reino Unido da União Europeia começou esta quarta-feira, com a ativação do artigo 50.º do Tratado de Lisboa. A notificação de Theresa May foi feita por carta a Donald Tusk e a primeira-ministra disse que não recuo possível. O processo de negociações levará dois anos e a saída do Reino Unido da União Europeia ficará concluída em 2019.