sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Venda do Novo Banco só deve ser relançada no final deste ano ou início de 2016

O Banco de Portugal interrompeu o procedimento de venda do Novo Banco e vai agora começar a preparar uma nova operação de alienação do banco, anunciou hoje o regulador em comunicado. O novo procedimento de venda do Novo Banco só vai ser lançado no final do ano ou no início de 2016.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

No novo concurso, terão de ser apresentadas novas propostas e o Banco Central quer alargar o modelo de venda para mais alternativas.


O adiamento do processo foi confirmado pelo Banco de Portugal através de um comunicado, em que diz que vai esperar por um momento que permita receber propostas mais condizentes ao valor da instituição.


A nova modalidade de venda poderá ser de apenas uma tranche depois da tentativa de venda que agora chega ao fim.


Ao que a SIC apurou, os interessados não chegavam sequer a dar dois mil milhões de euros quando a recapitalização tinha sido de quase cinco mil milhões de euros.


O novo processo só será aberto depois de se saber o resultado oficial dos testes de stress que foram feitos pelo BCE e qual a exigência de aumento de capital.

  • "O PSD não é o bombeiro de serviço desta geringonça"
    1:09

    TSU

    O líder da bancada social-democrata avisa os partidos da esquerda para que tenham o caso da TSU como exemplo e não voltem a usar o PSD como muleta em situações em que não estejam de acordo com o Governo, como pode vir a acontecer com as PPP no setor da saúde. Luís Montenegro foi entrevistado esta manhã na SIC Notícias.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.