sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Governo grego garante que pode pagar despesas deste mês

O vice-ministro grego das Finanças, Dimitris Mardas, garantiu hoje que o país pode pagar as despesas deste mês, acrescentando que, por enquanto, as "coisas estão bem".

PATRICK PLEUL

Em declarações a uma cadeia privada de televisão, citadas pela agência noticiosa EFE, Mardas informou que com "base nos dados" atuais "podem-se pagar" as obrigações do estado grego.

O país terá de pagar na próxima semana 450 milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI), enquanto a fatura total em abril ultrapassa os 650 milhões, uma vez que se somam mais de 200 milhões em juros.

A Grécia terá ainda de substituir 2.400 milhões de euros de títulos do Tesouro que vencem em abril.

Se o último leilão de títulos já foi problemático face à subida de juros, o país terá agora mais dificuldades de liquidez porque o Banco Central Europeu proibiu as entidades financeiras locais de comprarem dívida.

As decisões do BCE podem servir como pressão para o Governo de Alexis Tsipras chegar a um acordo com os credores para o desembolso de uma parte pendente da ajuda de 7.200 milhões de euros, dinheiro que pode evitar a bancarrota grega.

 O país tem-se financiado a si mesmo desde agosto quando recebeu a última tranche do resgate financeiro internacional.

Além do pagamento de créditos e juros, o Estado terá de pagar cerca de 1.700 milhões de euros em salários e pensões, um cenário que levou Tsipras a avisar os seus pares europeus sobre as escolhas que teria de fazer caso continuasse sem receber ajuda financeira.

Desde há algumas semanas, que a Grécia tem recorrido a operações de recompra e pedido fundos a entidades públicas como a Segurança Social e a agência de emprego.









Lusa
  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.