sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Tsipras questiona e critica planos de austeridade aplicados na Grécia

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, considerou, na noite de segunda-feira, que "as questões que se colocam sobre os últimos cinco anos de planos de austeridade são imensas" e que "o povo tem direito a ter respostas". 

As considerações de Tsipras foram feitas durante um debate parlamentar sobre a comissão de auditoria da dívida grega, lançada pelo presidente do parlamento, Zoé Konstantopoulou, em 17 de março passado.

As considerações de Tsipras foram feitas durante um debate parlamentar sobre a comissão de auditoria da dívida grega, lançada pelo presidente do parlamento, Zoé Konstantopoulou, em 17 de março passado.

Petros Giannakouris / AP

As considerações de Tsipras foram feitas durante um debate parlamentar sobre a comissão de auditoria da dívida grega, lançada pelo presidente do parlamento, Zoé Konstantopoulou, em 17 de março passado.

A constituição desta comissão de inquérito era uma promessa de campanha de Alexis Tsipras. 

Integrada por cientistas e juristas, a comissão visa determinar a origem da dívida grega e dos planos de austeridade aplicados a partir de 2010, em troca de financiamentos da União Europeia, do Banco Central Europeu e do Fundo Monetário Internacional. 

"O objetivo é determinar o eventual caráter odioso, ilegal ou ilegítimo das dívidas públicas contraídas pelo Governo grego", tinha especificado Zoé Konstantopoulou, por ocasião da apresentação da comissão, que deve divulgar as primeiras conclusões em junho. 

"O povo grego precisa de entender como é que o país aceitou decisões que elevaram a dívida, de 124% do PIB (Produto Interno Bruto) no início da crise para 175% hoje, que levaram ao aumento do desemprego, à baixa dos salários e ao êxodo dos jovens diplomados", disse Tsipras. 
Lusa
  • Primeiro-ministro grego garante honestidade na negociação
    0:54

    Economia

    O primeiro-ministro grego garante que é com honestidade que a Grécia negoceia com os credores, mas não será a qualquer preço que fará um acordo incondicional em troca da ajuda financeira. Alex Tsipras disse ainda ontem no Parlamento de Atenas que é preciso reestruturar a dívida pública da Grécia.

  • Varoufakis assume que negociações estão a demorar muito tempo
    2:55

    Crise na Grécia

    O ministro das Finanças grego reconhece que as negociações com os parceiros europeus estão a demorar demasiado tempo porque há medidas que Atenas não quer implementar. Entretanto, Alexis Tsipras anunciou que vai contratar 4500 funcionários para reforçar os cuidados de saúde gratuitos aos gregos com maior dificuldade.

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura durante a noite. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vitima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.