sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Atenas confirma pagamento de 450 M€ ao FMI

O prazo para a Grécia pagar os mais de 450 milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional termina hoje. Atenas garantiu sempre ter dinheiro para pagar este empréstimo, a par dos salários, das pensões e de outros compromissos do Estado. Um pagamento confirmado já esta manhã por uma fonte do Governo de Alexis Tsipras à agência Reuters.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Alkis Konstantinidis / Reuters

A confirmação acontece um dia depois de ser conhecida a demissão do representante da Grécia no Fundo Monetário Internacional. Thanos Katsambas alegou motivos pessoais, mas a saída está a ser associada à visita do ministro das Finanças a Washington e ao encontro com a responsável do FMI, no domingo passado.

 

Mais um encontro para Varoufakis garantir o pagamento destes 450 milhões de euros ao FMI, mas que poderá ter ditado a substituição do representante indicado plo anterior governo de Lucas Papademos.

 

Atenas continua a tentar chegar a acordo com a União Europeia e os credores internacionais até ao final deste mês. Em maio, o Governo grego tem mais uma tranche a pagar, de quase 750 milhões de euros, para evitar a bancarrota e a saída da zona euro.

  • Encontro de Tsipras com Putin motivou críticas de parceiros europeus
    1:21

    Crise na Grécia

    O primeiro-ministro grego encontrou-se esta quarta-feira em Moscovo com o Presidente russo, que fez questão de sublinhar que a Grécia não lhe pediu ajuda financeira. Num momento particularmente delicado para a economia grega, Alexis Tspiras volta-se para um dos históricos parceiros comerciais e apela ao abandono da política de sanções, impostas pela União Europeia a Moscovo. O encontro "caiu mal" a alguns parceiros europeus.

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41