sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Credores analisam propostas gregas, presidente do Eurogrupo antevê acordo

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, falou hoje na possibilidade de se chegar a um acordo com a Grécia "no fim desta semana" depois de, na reunião de hoje, os ministros das Finanças terem feito uma primeira avaliação das novas propostas gregas. O comissário europeu dos Assuntos Económicos adianta que estas propostas são uma "boa base de trabalho".

© Yves Herman / Reuters

Segundo disse em conferência de imprensa o também ministro das Finanças holandês, as novas propostas enviadas pelo Governo helénico "são bem-vindas" e representam "passos positivos" em direção a um entendimento, mas uma vez que algumas só chegaram hoje de manhã houve pouco tempo para fazer uma avaliação mais aprofundada das medidas.

"Usaremos estas novas propostas gregas como base para um acordo. Se tudo correr bem, podemos chegar a um acordo no final desta semana", afirmou Dijsselbloem, após cerca de duas horas de reunião dos ministros das Finanças da zona euro.

Um novo Eurogrupo acontecerá ainda esta semana, sendo o objetivo dar o aval às medidas a adotar pela Grécia com vista a libertar dinheiro para Atenas e, assim, evitar o incumprimento do Estado grego.

Credores começam "imediatamente" a trabalhar nas novas propostas de Atenas

As instituições credoras da Grécia vão começar a trabalhar "imediatamente" nas novas propostas de Atenas. "Recebemos as propostas e demos uma primeira vista de olhos", disse o comissário europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, classificando-as como "uma boa base de trabalho, sólida e global".

O trabalho das instituições, em conjunto com as autoridades gregas, tem em vista a possibilidade de se chegar em breve a um acordo.

A questão volta a ser discutida, apenas a nível político, na cimeira da zona euro em que Portugal está representado pelo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, com início marcado para as 19:00 em Bruxelas (18:00 em Lisboa).

Depois do ceticismo com que vários ministros das Finanças entraram para este Eurogrupo, as declarações aos jornalistas do também ministro das Finanças holandês visam dar um tom otimista para uma solução para a crise grega.

Há cinco meses que se arrasta o processo de negociações entre Atenas e os credores, representados pela 'troika' - Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional (FMI) - quanto às reformas a adotar pelo país, sem o qual os parceiros europeus e os credores não libertam a última parcela do programa de resgate, de 7,2 mil milhões de euros. 

Se não receber esse dinheiro, ou pelo menos parte dele, a Grécia - que está a poucos dias de ter de pagar os 1,6 mil milhões de euros ao FMI, a 30 de junho, - ficaria muito próxima do 'default' (incumprimento) e aumenta o risco de uma saída da zona euro (o denominado 'Grexit').


Com Lusa
  • Propostas gregas chegaram em cima da hora
    1:46

    Crise na Grécia

    Terminou sem acordo a reunião do Eurogrupo. O encontro durou pouco mais de uma hora. Os ministros das finanças da zona euro vão voltar a reunir-se nos próximos dias para continuar a discutir a crise grega e as propostas de Atenas. A correspondente da SIC Susana Frexes explica.

  • Passos espera solução que funcione para a Grécia e toda a zona Euro
    1:29

    Crise na Grécia

    O primeiro ministro garante que não há nenhum país da zona euro que não queira chegar a acordo com a Grécia. Em declarações no final da Cimeira Ibérica, em Baiona, Passos Coelho não quis comentar a última proposta do Governo de Tsipras, porque ainda não a conhece. O chefe do governo espanhol diz que o atraso nas negociações está a afetar sobretudo o povo grego. Mariano Rajoy defende a solidariedade mas lembra que os compromissos têm de ser cumpridos.

  • Costa acusa Governo de travar acordo com Grécia para tirar dividendos políticos
    1:09

    Economia

    António Costa acusa o Governo português e outros governos europeus de estarem a travar um acordo com a Grécia para tirarem dividendos a nível interno. O líder do Partido Socialista diz que a Europa deve fazer tudo para evitar uma experiência por águas nunca navegadas e que a questão não se deve colocar nos 900 milhões de euros que separam a Grécia e os parceiros europeus.

  • Morreu Miguel Beleza, antigo ministro das Finanças e governador do BdP
    1:34
  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.