sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Eurogrupo vai avaliar plano do Governo grego na quarta-feira

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, afirmou esta segunda-feira que os ministros da Economia e Finanças dos países da Zona Euro vão avaliar os progressos sobre o plano da Grécia numa reunião na próxima quarta-feira.

Virginia Mayo / AP

"As propostas apresentadas pela Grécia serão avaliadas nas próximas horas e com rapidez por parte do Eurogrupo esta quarta-feira", afirmou Tusk em conferência de imprensa, após o final da cimeira de líderes da zona euro, que decorreu em Bruxelas.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, afirmou, por seu turno, que "as propostas de Atenas chegaram com atraso, mas são um passo importante".

Antes desse Eurogrupo, nos próximos dias, equipas técnicas da 'troika' Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional (FMI) e Banco Central Europeu (BCE) trabalharão com as autoridades gregas sobre as novas propostas apresentadas hoje pelo Governo grego com vista a desbloquear a última tranche do programa de resgate - de 7,2 mil milhões de euros.


Falta uma semana...


A Grécia está a cerca de uma semana de ter de pagar 1,6 mil milhões de euros ao FMI, a 30 de junho, e sem um acordo não terá dinheiro para cumprir esse compromisso. 

Aliás, mesmo com um entendimento esta semana poderá ser difícil libertar o dinheiro, uma vez que há uma série de procedimentos a seguir, incluindo nos parlamentos nacionais dos Estados-membros. No entanto, em caso de acordo, deverá ser encontrada uma solução que evite o incumprimento ('default') e mesmo o risco de uma saída da zona euro (o famoso 'Grexit').

As propostas hoje apresentadas pelo Governo de esquerda do Syriza, que cincluem aumentos nas receitas fiscais e nas receitas fiscais e nas contribuições das pensões, agradaram aos credores, que se mostram mais convictos de um acordo que evite o incumprimento helénico. 


Eurogrupo acredita em acordo


O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, falou mesmo na possibilidade de se chegar a um acordo com a Grécia "no fim desta semana", posição agora partilhada por Jean-Claude Juncker.

O Eurogrupo de quarta-feira vai anteceder a cimeira de líderes da União Europeia, que acontece quinta e sexta-feiras.
Com Lusa
  • Credores vão fazer análise detalhada a novas propostas da Grécia
    0:54

    Crise na Grécia

    Os chefes de Estado e de Governo da Zona Euro estão reunidos em Bruxelas para uma cimeira extraordinária sobre a Grécia. O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dusselbloem, e o comissário europeu dos assuntos económicos, Pierre Moscovici, dizem que os credores têm agora de analisar, de forma detalhada, as novas propostas do Governo de Atenas. Ainda assim, os dois responsáveis consideram que esta nova lista é um bom ponto de partida para recomeçar as negociações.

  • Costa acusa Governo de ser "campeão de obstáculos" a acordo com Grécia
    2:08

    Economia

    António Costa acusa o Governo português de ser "o campeão dos obstáculos a um acordo com a Grécia". O líder do Partido Socialista diz que o Executivo de Passos Coelho e outros governos europeus têm travado qualquer entendimento para tirarem dividendos na política interna. Citando o presidente do BCE, António Costa afirma que a Europa tem que fazer tudo para evitar uma experiência por águas nunca navegadas.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras