sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Varoufakis diz que "o que fazem com a Grécia tem um nome: terrorismo"

O ministro grego das Finanças, Yanis Varoufakis, disse hoje, numa entrevista ao jornal El Mundo, que aquilo que estão a fazer com a Grécia "tem um nome: terrorismo". 

© Alkis Konstantinidis / Reuter

Varoufakis afirma, na mesma entrevista, que se o 'sim' vencer no referendo de domingo, a democracia estará em perigo, pois o medo terá vencido.

O governante acrescenta que se ganhar o 'sim' no referendo, que chamará no domingo os gregos a pronunciarem-se sobre se querem que o Governo aceite as condições impostas pelos credores para o país, um futuro acordo será "absolutamente desastroso", enquanto se ganhar o 'não', o acordo "não será fantástico, mas não tão mau".

Caso ganhe o 'não', insiste, o primeiro-ministro grego viajará logo na segunda-feira para Bruxelas e alcançará "um acordo melhor".

No entanto, o ministro das Finanças mostra-se absolutamente convencido de que, independentemente do resultado do referendo, na segunda-feira haverá um acordo.

O ministro garante também que os bancos do país abrirão na terça-feira, depois do encerramento a que foram obrigados após a recusa da Europa de uma "pequena extensão do resgate".

Segundo Varoufakis, já há cinco meses havia um plano "para derrubar um Governo que não se deixa chantagear pelo "'establishment' [máquina política] europeu".

O problema "é que a União Europeia não gosta de democracia", diz Varoufakis, contando que lhe disseram "sem reservas" que a proposta de acordo "era um assunto muito complicado para deixar a decisão final nas mãos do povo grego". 

 

JMG // MSF 

Lusa/fim

 

NewsSubjects:- Economia, Negócios e Finanças - União Europeia - Política - Partidos e movimentos - Serviços financeiros - Macroeconomia - Economia (geral) - Ajuda externa - banca - conjuntura 

20150704T092032

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.