sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Euclide Tsakalotos toma hoje posse como ministro das Finanças grego

Euclide Tsakalotos é o novo ministro grego das Finanças, anunciou a Presidência grega, acrescentando que o governante vai tomar posse ainda hoje, pelas 18h00 em Portugal.. 

© Alkis Konstantinidis / Reuter

"Euclid Tsakalotos vai fazer o seu juramento de tomada de posse às 17:00 GMT de hoje", disse o gabinete do chefe de Estado grego, citado pela agência noticiosa francesa AFP.

Até aqui ministro-adjunto dos Negócios Estrangeiros, Euclid Tsakalotos tem 55 anos, é doutorado pela Universidade de Oxford, em Inglaterra, e é considerado um economista da esquerda moderada. Em 2012 foi eleito deputado pelo Syriza, pertencendo ao comité central e ao secretariado nacional do partido de esquerda radical.

No domingo, os gregos rejeitaram, em referendo e por ampla maioria (61,34%), as propostas dos credores internacionais, (instituições europeias e Fundo Monetário Internacional), agravando o clima de incerteza na zona euro.

Hoje, o ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, decidiu demitir-se, a pedido do primeiro-ministro grego e para o final do dia está agendado um encontro entre o chefe de Estado francês e a chanceler alemã, Angela Merkel, para discutir a crise atual.

Na sequência dos resultados do referendo, está também agendada para terça-feira uma cimeira extraordinária da zona euro, antecedida de uma reunião do Eurogrupo

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.