sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Documento "misterioso" marca Eurogrupo sem acordo à vista

Um documento que defende um cenário de uma saída temporária da Grécia da Zona Euro, alegadamente da autoria da delegação alemã, está a marcar a reunião deste sábado do Eurogrupo em Bruxelas, para já sem perspetivas de acordo.

© Christian Hartmann / Reuters

A edição "online" do jornal alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung noticiou que foi posto a circular um documento do ministério das Finanças alemão que propõe dois caminhos para ultrapassar a atual situação, sendo um deles uma saída ordenada e temporária da Grécia da zona euro, por cinco anos, acompanhada de ajuda humanitária, e o outro a venda de património do Estado num valor de cerca de 50 mil milhões de euros. 

Fontes europeias confirmaram à Lusa a existência de tal documento, mas apontaram que o mesmo, redigido em inglês, "surgiu" entre os vários documentos que estão a circular, mas não está sequer identificado, não tendo sido assumido por ninguém, nem tão pouco discutido. 

As mesmas fontes indicaram que, ao longo das cerca de quatro horas que já leva a reunião do Eurogrupo (iniciada às 15:30 locais, 14:30 em Lisboa), vários países já consideraram insuficientes as reformas propostas pelo governo grego, sendo que o maior obstáculo a um acordo reside no facto de diferentes delegações reclamarem diferentes compromissos à Grécia, pelo que um acordo em torno das reformas que Atenas deve implementar para receber um terceiro programa de ajuda está distante.

Este fim-de-semana foi apontado por diversos líderes europeus como "absolutamente decisivo" para a crise grega e a situação da Grécia no espaço monetário único, estando previstas para domingo, na sequência das discussões de hoje ao nível de ministros das Finanças da zona euro, cimeiras de chefes de Estado e de Governo da zona euro, primeiro, e da União Europeia, de seguida, para lidar com dois possíveis cenários: ou um acordo em torno de um terceiro "resgate" à Grécia, ou a saída da Grécia da zona euro.

Lusa

  • Expetativas antes de mais um Eurogrupo sobre crise grega

    Crise na Grécia

    Os ministros das Finanças da Zona Euro iniciaram este sábado, em Bruxelas, perto das 15:30 locais (14:30 de Lisboa) nova reunião sobre a Grécia, a nona das últimas quatro semanas, mas apontada pela generalidade dos intervenientes como a "decisiva". Nesta playlist, confira as expetativas de diferentes governantes antes deste novo Eurogrupo.

  • Eurogrupo ainda sem decisão sobre futuro da Grécia
    0:50

    Crise na Grécia

    Os trabalhos do Eurogrupo, que está a avaliar se as medidas apresentadas pelo Governo grego serão suficientes para combater a crise no país, já dura desde as 14:30. Não há ainda qualquer informação do encontro. Caso não haja fumo branco, este domingo reúnem-se os chefes de Estado e de governo da União Europeia, como conta a repórter da SIC em Bruxelas, Susana Frexes.

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.