sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Alexis Tsipras diz que não acredita no acordo que assinou

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, reconheceu hoje à noite que o acordo com os credores para um terceiro programa de ajuda financeira é um texto em que não acredita mas que assinou "para evitar um desastre no país".

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

"Assumo as minhas responsabilidades por qualquer erro que tenha cometido, assumo a responsabilidade por um texto em que não acredito, mas que assinei para evitar um desastre no país", disse Tsipras numa entrevista concedida à televisão pública ERT.

Estas declarações do chefe do executivo grego surgem na véspera da votação crucial no parlamento sobre o acordo anunciado na segunda-feira em Bruxelas e muito mal recebido por uma parte do seu partido, o Syriza.

Tsipras fez igualmente saber que não tenciona convocar eleições gerais antecipadas pelo menos até que haja um acordo sólido com os credores.

"Não tenho razões para convocar eleições, dependerá do que se passar no meu partido, no nosso parceiro [de Governo]", sustentou, acrescentando que a sua prioridade é "conseguir um programa" e, a partir daí, terá "tempo para conflitos internos e com a oposição".

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".