sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Representantes dos credores chegam a Atenas nos próximos dias

Representantes dos credores da Grécia são esperados em Atenas "nos próximos dias", anunciou hoje a Comissão Europeia, depois de ter sido indicado que a visita começaria hoje.

© Christian Hartmann / Reuters

"As instituições são esperadas nos próximos dias", afirmou uma porta-voz da comissão, sem precisar o calendário da missão.

Na quinta-feira, fonte ministerial grega tinha indicado que a chegada dos credores estava prevista para hoje, mas nem a Comissão Europeia nem o Fundo Monetário Internacional (que integram a 'troika' de credores juntamente com o Banco Central Europeu) confirmaram essa informação.

"A missão está em preparação", indicou fonte próxima das negociações citada pela AFP. "Está a ser discutido o local, dado que é preciso um lugar acessível, perto dos ministérios", disse a fonte.

Uma outra fonte apontou "problemas logísticos" e fonte ministerial grega disse que "estes serão resolvidos rapidamente" sem precisar a sua natureza exata.

O objetivo deste novo ciclo de reuniões é finalizar um acordo, o mais tardar até 20 de agosto, para um terceiro programa de assistência financeira à Grécia, depois de um entendimento nesse sentido a 13 de julho numa cimeira da zona euro.

A Grécia, que enfrenta problemas de liquidez, tem de pagar a 20 de agosto mais de 3 mil milhões de euros ao BCE e 1,5 mil milhões de euros ao FMI em setembro.

Hoje, o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, e o presidente francês, François Hollande, falaram da implementação do que foi acordado a 13 de julho e "os dois reafirmaram a importância de serem respeitados os compromissos que estão no texto", indicou o governo grego.

No imediato, Atenas vai enviar um pedido oficial ao FMI tendo em vista a participação da instituição de Washington no novo resgate, indicou fonte governamental grega.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.