sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Tsipras anuncia demissão e recandidatura em eleições antecipadas

O primeiro-ministro grego anunciou hoje a sua demissão para que haja eleições antecipadas e o povo decida quem deve continuar a governar. Alexis Tsipras confirmou também que se recandidata ao cargo.

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras.

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras.

© Yiannis Kourtoglou / Reuters

Numa declaração ao país, na televisão estatal, Alexis Tsipras disse que chegou ao fim o mandato que recebeu no dia 25 de janeiro para governar o país. E que agora são os gregos que devem decidir o futuro da Grécia.

Tsipras disse que se trata de uma obrigação moral pedir eleições antecipadas e deixar que seja o povo julgar a governação dos últimos seis meses.

O ainda primeiro-ministro acrescentou que os gregos devem avaliar se ele os representou com a coragem necessária junto dos credores internacionais e se o acordo alcançado para um terceiro resgate é aceitável.

"Irei logo encontrar-me com o Presidente da República e apresentar-lhe a minha demissão e do meu governo", referiu o político grego.

Segundo a comunicação social grega, Alexis Tsipras deverá propor a realização das eleições antecipadas para o próximo dia 20 de setembro.

  • Resgate de mais de 300 migrantes no Mediterrâneo
    2:08
  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01