sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Ex-ministro de Tsipras diz que três membros do Syriza o ameaçaram de morte

Yanis Panousis, ministro-adjunto da Proteção dos Cidadãos no primeiro governo de Alexis Tsipras, acusou três membros do Syriza de o ameaçarem de morte e disse que o primeiro-ministro conhece a situação há quatro meses.

greekreporter.com

Panousis, professor de Direito Penal, esteve hoje com o procurador junto do Supremo Tribunal para lhe entregar toda a documentação que demonstrará que dois deputados e um membro do Comité Central do partido governamental Syriza, que diz estarem "ligados a terroristas", o ameaçaram de morte.

Em declarações à imprensa após o encontro com o procurador, Panousis afirmou que nos documentos entregues estão os nomes das pessoas em questão.

Segundo o ex-ministro-adjunto, as ameaças estão relacionadas com a legislação sobre a duração das penas de prisão para os terroristas.

Panousis explicou ao diário Ta Nea que as referidas pessoas o responsabilizaram pelo facto de o governo não ter cumprido uma série de promessas feitas a três terroristas presos quando foi alterada a lei sobre as condições das prisões.

Os serviços secretos têm gravações telefónicas com as pessoas em causa a dizerem "mataremos Panousis", afirmou o ex-governante ao mesmo jornal, adiantando terem sido aqueles serviços que informaram Tsipras sobre a questão.

O caso foi revelado por Panousis no fim de semana numa entrevista ao jornal Proto Thema, após o que o gabinete do primeiro-ministro pediu que apresentasse as provas às autoridades judiciais, considerando tratar-se de um assunto "demasiado sério" para divulgar através dos meios de comunicação social.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.