sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Ex-ministro de Tsipras diz que três membros do Syriza o ameaçaram de morte

Yanis Panousis, ministro-adjunto da Proteção dos Cidadãos no primeiro governo de Alexis Tsipras, acusou três membros do Syriza de o ameaçarem de morte e disse que o primeiro-ministro conhece a situação há quatro meses.

greekreporter.com

Panousis, professor de Direito Penal, esteve hoje com o procurador junto do Supremo Tribunal para lhe entregar toda a documentação que demonstrará que dois deputados e um membro do Comité Central do partido governamental Syriza, que diz estarem "ligados a terroristas", o ameaçaram de morte.

Em declarações à imprensa após o encontro com o procurador, Panousis afirmou que nos documentos entregues estão os nomes das pessoas em questão.

Segundo o ex-ministro-adjunto, as ameaças estão relacionadas com a legislação sobre a duração das penas de prisão para os terroristas.

Panousis explicou ao diário Ta Nea que as referidas pessoas o responsabilizaram pelo facto de o governo não ter cumprido uma série de promessas feitas a três terroristas presos quando foi alterada a lei sobre as condições das prisões.

Os serviços secretos têm gravações telefónicas com as pessoas em causa a dizerem "mataremos Panousis", afirmou o ex-governante ao mesmo jornal, adiantando terem sido aqueles serviços que informaram Tsipras sobre a questão.

O caso foi revelado por Panousis no fim de semana numa entrevista ao jornal Proto Thema, após o que o gabinete do primeiro-ministro pediu que apresentasse as provas às autoridades judiciais, considerando tratar-se de um assunto "demasiado sério" para divulgar através dos meios de comunicação social.

Lusa

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.