sicnot

Perfil

Guterres na ONU

"Nestas guerras não há vencedores, todos perdem"

"Nestas guerras não há vencedores, todos perdem"

António Guterres é desde hoje, oficialmente, secretário-geral da ONU. Na primeira mensagem enquanto líder das Nações Unidas, Guterres lembrou as vitimas das guerras por todo o mundo e fez um apelo à paz.

"Façamos de 2017 um ano de paz", instou o antigo primeiro-ministro português e ex-Alto Comissá rio das Nações Unidas para os Refugiados, na sua primeira mensagem como secretário-geral da ONU, intitulada "Apelo à paz".

Realçando que o compromisso para com a paz é de "hoje e todos os dias" e deve ser um "princípio orientador", Guterres confessa que é, "sobretudo, uma pergunta" que "assalta a consciência" e diz que se interroga sobre "como ajudar os milhões de seres humanos vítimas de conflitos e que sofrem enormemente em guerras que parecem não ter fim?".

Observando que na guerra "não há vencedores; todos perdem", Guterres criticou o gasto de "biliões de dólares na destruição de sociedades e economias, alimentando ciclos de desconfiança e medo que podem perpetuar-se por gerações".

O líder da maior organização do mundo nos próximos cinco anos lembrou a ameaça do terrorismo global e como "vastas regiões do planeta estão inteiramente desestabilizadas".

Para o novo secretário-geral das Nações Unidas, ultrapassar as "divergências políticas" exige solidariedade, compaixão, diálogo e respeito.

"Façamos de 2017 um ano em que todos - cidadãos, governos, dirigentes - procurem superar as suas diferenças", apelou António Guterres.

Com Lusa

  • "Teria coisas mais fáceis para fazer mas houve um impulso moral muito forte"
    28:37

    Guterres na ONU

    António Guterres entra em funções como secretário-geral da ONU a 1 de Janeiro. Em entrevista exclusiva à SIC, em Nova Iorque, Guterres classifica o conflito na Síria como um cancro à escala global. Manifesta ter orgulho em ser português e agradece o apoio de todas as forças politicas à sua candidatura. Guterres diz também que foi um impulso moral que o lançou nesta campanha, que culminou com o juramento da carta das Nações Unidas.

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Parceiros sociais retomam hoje discussão sobre legislação laboral

    Economia

    Os parceiros sociais retomam esta tarde a discussão sobre as alterações à legislação laboral nas áreas do combate à precariedade, promoção da negociação coletiva e reforço da inspeção do trabalho. No encontro, marcado para as 15:00 no Conselho Económico e Social (CES), em Lisboa, o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, deverá apresentar um novo documento com alterações face ao que foi proposto aos parceiros sociais há dois meses.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • A experiência de um embaixador português na Coreia do Norte
    2:58

    País

    A Coreia do Norte tem o maior orçamento militar do mundo e o seu arsenal nuclear acaba por dar-lhe acesso a uma possível cimeira com os Estados Unidos. A pobreza e o culto da personalidade foram testemunhados pelo embaixador, José Manuel de Jesus, que visitou várias vezes Pyongyang.

  • EUA expulsa dois diplomatas venezuelanos e dá-lhes 48 horas para deixarem o país

    Mundo

    Os Estados Unidos anunciaram, na quarta-feira, a expulsão de dois diplomatas venezuelanos, aos quais deu um prazo de 48 horas para sairem do país. A decisão é a resposta ao anúncio de Presidente da Venezuela de expulsar o encarregado de negócios e o chefe da secção política da embaixada dos Estados Unidos em Caracas, Todd Robinson e Brian Naranjo, respetivamente.