sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Presidente interino da Câmara de Deputados anula impeachment de Dilma

O presidente interino da Câmara de Deputados do Brasil, Waldir Maranhão, decidiu anular a votação da destituição da presidente Dilma Rousseff, avançam o Folha de São Paulo e a Globo.

© Ueslei Marcelino / Reuters

Em causa estava um pedido feito pelo advogado-geral da União, agora aceite por Waldir Maranhão, que substituiu Eduardo Cunha depois do Supremo ter afastado este da presidência da Câmara.

Numa nota de imprensa citada pela Globo, Maranhão explica que na votação “ocorreram vícios que tornaram nula de pleno direito a sessão em questão”. O processo de votação terá envolvido questões da investigação Lava Jato e não só as supostas irregularidades orçamentais, argumenta.

A decisão vai ser publicada oficialmente amanhã no Diário da Câmara de Deputados brasileira.

O presidente interino da Câmara dos Deputados já pediu ao Senado "para que os autos do processo de impeachment sejam devolvidos", de modo a que seja feita nova votação.

Estava previsto que o Senado votasse esta quarta-feira o relatório com o pedido de destituição de Rousseff.

Última atualização às 16:42