sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Congressistas dos EUA pedem que Washington não apoie Governo interino do Brasil

Michel Temer, que assumiu funções a meados de maio, criou um executivo composto apenas por homens brancos

© Ueslei Marcelino / Reuters

Congressistas democratas pediram ao secretário de Estado norte-americano, John Kerry, para não apoiar o Governo interino do Brasil, formado por Michel Temer na sequência da aprovação do impeachment da Presidente Dilma Rousseff.

O grupo de 40 congressistas do Partido Democrata dos EUA expressou a sua "profunda preocupação" com o julgamento político a que Dilma Rousseff está a ser submetida, frisando que "ameaça as instituições democráticas".

"Pedimos que tome o máximo cuidado nas suas relações com as autoridades interinas do Brasil e que se abstenha de declarações ou ações que possam ser interpretadas como apoio à campanha pelo julgamento político contra a Presidente Dilma Rousseff", lê-se numa carta aberta dos congressistas, divulgada na segunda-feira.

Os políticos norte-americanos alertaram que o processo de afastamento da Presidente tem muitos detratores que questionam a sua base jurídica e que consideram o processo uma luta política.

As razões na base do lançamento de uma campanha contra Dilma Rousseff podem passar por evitar uma investigação de corrupção por parte da Presidente e, simultaneamente, impor uma agenda muito conservadora que foi rejeitada pelos eleitores nas últimas eleições, alertaram.

Os congressistas consideraram ainda que as implicações que uma destituição ilegal poderia ter no povo brasileiro são piores para as mulheres e para os cidadãos de ascendência africana.

Michel Temer, que assumiu funções a meados de maio, criou um executivo composto apenas por homens brancos e transformou o Ministério da Mulher, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos em secretarias sob o Ministério da Justiça, o que gerou críticas por parte de grupos de direitos humanos.

Tem havido uma "tomada de poder por parte de políticos que não foram capazes de ganhar nas urnas" e o Governo dos Estados Unidos deveria "falar contra a farsa antidemocrática" no Brasil, referiu John Conyers, um dos signatários da carta, em comunicado.

Esta é a primeira vez em mais de 20 anos que congressistas dos EUA manifestam preocupação publicamente sobre a política e a qualidade democrática no Brasil.

A tomada de posição surge a onze dias do início dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.

"Este é um momento-chave, em que os gestos diplomáticos e as declarações pronunciadas a partir dos Estados Unidos terão consequências reais para o Brasil, o seu futuro como democracia e para todo o mundo", disse a congressista Marcy Kaptur.

"Estamos convencidos de que o Brasil resolverá os seus desafios políticos de forma democrática e através do seu quadro constitucional", disse, por seu turno, um porta-voz do Departamento de Estado, acrescentando que o executivo norte-americano continuará a acompanhar a situação.

O pedido de afastamento de Dilma Rousseff, que tem dividido a população brasileira, será votado pelos senadores na última semana de agosto, depois dos Jogos Olímpicos.

Caso seja aprovado, Dilma Rousseff será afastada definitivamente e o Governo interino assumirá plenamente os destinos do país. Se o pedido for recusado, Dilma Rousseff poderá voltar a assumir a Presidência do Brasil

Lusa

  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Cada vez mais pessoas viajam no Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus pais e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Carro "desgovernado" entra em loja e atropela cliente

    Mundo

    O cliente de um mini-mercado no condado de Bronx, em Nova Iorque, sobreviveu de forma incrível ao impacto de um automóvel que entrou loja adentro. Apesar da violência das imagens, o homem sobreviveu e conseguiu mesmo sair da loja pelo próprio pé até ser transportado para o hospital.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.

  • Pulseira deixa sentir os movimentos do bebé ainda na barriga da mãe

    Mundo

    A pulseira Fibo permite que os futuros pais (ou mães) consigam sentir os seus filhos a dar pontapés ainda na barriga da mãe. Desenvolvida por um designer de joias da Dinamarca, a pulseira vai transmitir os movimentos do bebé no útero, de modo a que os pais possam partilhar essa experiência da gravidez.