sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Tribunal bloqueia bens da OAS e Odebrecht e de ex-presidente da Petrobras

O Tribunal de Contas da União determinou na quarta-feira o bloqueio de bens das empreiteiras OAS e Odebrecht, e de oito pessoas, incluindo o ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli, no âmbito de uma investigação a uma refinaria.

A medida cautelar de bloqueio de bens, com duração de um ano, envolve também o ex-diretor da Petrobras Renato Duque, o empresário Marcelo Odebrecht e cinco ex-funcionários das construtoras, segundo a imprensa brasileira.

Um relatório deu conta de um superfaturamento de 2,1 mil milhões de reais (579,85 milhões de euros), em contratos de obras na refinaria Abreu e Lima, da Petrobras, em Pernambuco.

A medida cautelar determina que cada uma das empresas e pessoas envolvidas tenha bloqueados bens no valor de 2,1 mil milhões de reais (579,85 milhões de euros).

Marcelo Odebrecht e Renato Duque, acusados de envolvimento no esquema de corrupção da petrolífera estatal, encontram-se detidos.

Em 2014, o Tribunal de Contas da União (TCU) tinha decidido bloquear os bens de José Sérgio Gabrielli, devido a irregularidades na compra da refinaria de Pasadena, no Texas, nos Estados Unidos, pela Petrobras.

O relatório do TCU da altura isentou de responsabilidade os membros do conselho de administração da Petrobras, que na época era presidido por Dilma Rousseff, hoje Presidente da República com mandato suspenso.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.