sicnot

Perfil

Crise no Brasil

"Viola-se a democracia e pune-se uma inocente"

"Viola-se a democracia e pune-se uma inocente"

Dilma Rousseff apresentou esta segunda-feira a própria defesa perante o senado brasileiro, no âmbito do processo de destituição. A Presidente, com mandato suspenso, apela a que se faça justiça em nome da democracia. Dilma diz que se está a violar a demoracia e a punir uma inocente.

  • Dilma emociona-se perante o Senado
    1:53

    Crise no Brasil

    Dilma Rousseff chegou ao Senado acompanhada por Lula da Silva e recebida por centenas de apoiantes. Perante a sua defesa diz que não cometeu nenhum crime e repete que está a ser alvo de perseguição por parte das elites brasileiras, que não querem perder privilégios. A presidente suspensa do Brasil emocionou-se perante o Senado ao referir os Jogos Olímpicos como exemplo de capacidade empreendedora. O futuro de Dilma deve ser conhecido já nesta terça-feira.

  • O perfil de Dilma Rousseff
    2:47

    Crise no Brasil

    Dilma Rousseff nasceu há 68 anos em Belo Horizonte, numa família de classe média-alta. Foi ministra no governo liderado por Lula da Silva e há cinco assumiu a Presidência do Brasil.

  • "Os brasileiros estão cansados deste longo processo"
    2:10

    Crise no Brasil

    Dilma Rousseff discursou esta segunda-feira no processo de destituição. No Brasil, Ivani Flora diz que os brasileiros estão a acompanhar atentamente o julgamento no Senado e que a sensação é de que os brasileiros estão cansados do longo processo. Segundo a correspondente da SIC, a manifestação contra a corrupção arrefeceu entre a população e agora só resta esperar pelo fim do julgamento para saber a reação dos brasileiros.

  • "O discurso de Dilma Rousseff é um discurso de despedida"
    3:12

    Miguel Sousa Tavares

    Miguel Sousa Tavares diz que Dilma Rousseff, ao depôr esta segunda-feira no Senado, "fez bem a parte técnica" pois "usou bem a ideia de que não há fundamentos jurídicos" mas que o discurso da Presidente brasileira foi um "discurso de despedida. A Presidente do Brasil está suspensa e fala num ataque à democracia. Diz que não cometeu qualquer crime e que estão a tentar punir uma inocente.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.