sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Partido de Lula da Silva convoca manifestação de apoio em São Paulo

Nacho Doce

O Partido dos Trabalhadores (PT) de São Paulo convocou para esta quarta-feira, pelas 17h00 (21h00 de Lisboa), uma manifestação de apoio ao ex-Presidente brasileiro Lula da Silva, horas depois de ele ter sido condenado a nove anos e meio de prisão.

"O Diretório Municipal do PT - São Paulo convoca a militância petista a marcar presença no ato em solidariedade ao Lula, que ocorrerá hoje, 12 de julho, a partir das 17 horas (21h00 em Lisboa), no vão do Masp da Avenida Paulista", diz a convocação publicada na rede social Facebook.

O apelo para um protesto acompanha manifestações de outros políticos do PT, que declararam hoje publicamente apoio ao ex-Presidente condenado pelos crimes de branqueamento de capitais e corrupção passiva num dos processos da operação Lava Jato.

O senador Lindbergh Farias, líder do PT no Senado (câmara alta parlamentar), já havia dito em Brasília que o ex-Presidente sofreu uma perseguição política e pediu que os militantes do partido saíssem às ruas em defesa de Lula de Silva.

O ex-Presidente, ícone da esquerda brasileira, foi considerado culpado de ter recebido vantagens ilícitas da construtora OAS num processo que investiga a propriedade de um apartamento de luxo no Guarujá, cidade do litoral de São Paulo.

O juiz Sérgio Moro entendeu que Lula da Silva recebeu a propriedade deste apartamento como vantagem indevida para favorecer os interesses da OAS junto do Governo brasileiro.

Os advogados do ex-Presidente brasileiro ainda não se manifestaram sobre a sentença, mas desde o início do processo eles negam que o seu cliente seja proprietário do apartamento e têm alegado publicamente que este e os outros processos contra o ex-Presidente são fruto de uma perseguição judicial por parte do Ministério Público Federal e da Lava Jato.

Apesar da condenação, o juiz Sérgio Moro não pediu a prisão de Lula da Silva alegando agir com "prudência" para evitar "certos traumas".

Assim, o ex-Presidente poderá recorrer da sentença em liberdade.

Lusa

  • Carro do suspeito de rapto de Maelys fotografado por radar a alta velocidade
    1:16

    Mundo

    Praticamente um mês depois do desaparecimento de Maelys de Araújo, as autoridades francesas continuam a fazer buscas para tentar encontrar a menina lusodescendetnte de 9 anos. Entretanto, um jornal francês revelou que o carro do homem suspeito de rapto terá sido fotografado, por um radar, a alta velocidade na noite do desparecimento.

  • 950 militares cercam a Rocinha, no Rio de Janeiro
    2:36
  • Terra volta a termer no México

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6,2, na escala de Richter, foi registado às 05h30, hora local, 23h30, em Lisboa. Até ao momento não há registo de vítimas ou danos materiais.

  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04

    Mundo

    O Presidente francês volta hoje a ser alvo de manifestações contra a reforma laboral. Os protestos foram organizados por Jean Luc Melenchon, o candidato da extrema-esquerda que concorreu contra Macron.

  • Icebergue com 5.800 quilómetros quadrados está a deslocar-se na Antártida

    Mundo

    Um icebergue gigante está a deslocar-se na Antártida em direção ao mar de Weddell segundo as imagens de satélite reveladas. Trata-se do A68, um icebergue quatro vezes maior que a cidade de Londres. Com cerca de 5.800 quilómetros quadrados e triliões de toneladas, A68 é um dos maiores icebergues conhecidos.