sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Propostas dos partidos para a área da Administração Interna

A coligação PSD/CDS-PP e o PS coincidem, em matéria de segurança interna, na necessidade de libertar efetivos das tarefas burocráticas para funções operacionais, enquanto a CDU quer extinguir o cargo de secretário-geral do Sistema de Segurança Interna. Pelo contrário, a coligação Portugal à Frente quer valorizar o papel desta figura e deixar definitivamente assente que cabe ao secretário-geral do Sistema de Segurança Interna a administração da Plataforma para o Intercâmbio de Informação Criminal (PIIC), através da qual pretende ligar as diversas bases de dados da GNR, PSP, Polícia Judiciária, Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e Polícia Marítima. A coligação PSD/CDS-PP pretende ainda intensificar as ações de patrulhamento em zonas urbanas sensíveis, enquanto o PS propõe aumentar significativamente os elementos das forças de segurança em trabalho operacional. PCP e BE querem que todas polícias tenham uma natureza civil, segundo os seus programas eleitorais.

O preço da entrada na Torre de Belém passa de cinco para seis euros (Arquivo Reuters)

O preço da entrada na Torre de Belém passa de cinco para seis euros (Arquivo Reuters)

© Marcos Borga / Reuters

Bloco de Esquerda (BE)

- Regime de segurança pública preventiva e de base comunitária.

- Defesa de forças de segurança de caráter civilista e recusa da sua militarização.

- Promoção dos direitos sociais e sindicais dos profissionais de policia, incluindo o direito a formação contínua e permanente.

- Recusa das 'super esquadras' e requalificação das instalações, dotando-as de espaços reservados para apoio à vítima.

Coligação Democrática Unitária (CDU)

- Um novo quadro organizativo das forças e serviços de segurança no âmbito da preparação de uma Lei de Grandes Opções de Segurança Interna.

- Extinção do cargo de secretário-geral do Sistema de Segurança Interna.

- Uma nova lei de programação de investimentos nas forças de segurança e reforço dos meios de acompanhamento e fiscalização da sua execução.

- Melhoria das instalações e equipamentos, adequando o dispositivo policial à missão de garantir a segurança e tranquilidade das populações.

- Natureza civil de todas as forças de segurança, a sua não instrumentalização e cumprimento do comando constitucional quanto ao não uso das Forças Armadas, em missões de segurança interna.

- Respeito pelos direitos sindicais e sócio-profissionais e o reconhecimento do risco da sua missão.

- Uma política de proteção civil que, a par do combate aos incêndios e da reposta de emergência a outras ocorrências graves, privilegie a prevenção com a promoção de estudos científicos e a elaboração e cumprimento de cartas de risco e planos de emergência e socorro.

Partido Socialista (PS)

- Aumentar significativamente o número de elementos das forças de segurança em trabalho operacional, delimitando os perímetros de ação realizáveis por pessoal não operacional ou administrativo.

- Elaborar um plano das intervenções a realizar no âmbito da rede de infraestruturas e de equipamentos.

- Planeamento plurianual para a área de investimentos, para a reabilitação de infraestruturas e para a modernização dos equipamentos, com aproveitamento dos fundos comunitários.

- Reforçar as competências do secretário-geral do Sistema de Segurança Interna e criar um Centro de Comando e Controlo.

- Atualizar e estabelecer uma nova geração de Contratos Locais de Segurança e dinamizar a instalação de sistemas de videovigilância em zonas de risco.

- Consolidação do Sistema Nacional de Proteção Civil, clarificando as competências das autoridades políticas, de coordenação e operacionais nos níveis nacional, regional, distrital e municipal.

Portugal à Frente (PSD/CDS-PP):

- Aprofundar o esforço para libertar efetivos das tarefas burocráticas para funções operacionais de segurança e de policiamento.

- Admissão gradual de elementos civis nas forças de segurança para desempenhar tarefas de carácter administrativo, logístico, burocrático ou de manutenção.

- Intensificar ações de patrulhamento em zonas urbanas sensíveis.

- Aumentar o combate ao tráfico ilegal de pessoas e ao tráfico de droga, através da vigilância das fronteiras nacionais, nomeadamente da orla marítima.

- Robustecer os mecanismos de coordenação e cooperação entre as diversas forças e serviços de segurança, por forma a evitar duplicações de competências e missões.

Lusa

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • "Não preciso de ajustar contas com ninguém"
    0:49

    País

    O ex-Presidente da República insiste que José Sócrates foi desleal durante as negociações do Orçamento do Estado para 2011. Numa entrevista dada à RTP1, Cavaco Silva esclareceu ainda que não escreveu o livro de memórias para ajustar contas com o ex-primeiro-ministro.

  • Sócrates em processo judicial surpreende Cavaco
    0:18

    País

    Cavaco Silva afirmou ter ficado surpreendido com o envolvimento de José Sócrates num processo judicial. Em entrevista à RTP1 o ex-Presidente da República diz que nunca se apercebeu de qualquer "atuação legalmente menos correta" da parte de Sócrates.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28
  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Secretário da Segurança Interna dos EUA desmente Donald Trump

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou esta quinta-feira que os esforços do seu Governo para expulsar alguns imigrantes ilegais dos Estados Unidos "são uma operação militar", afirmação contrariada pelo seu secretário da Segurança Nacional no México.