sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Voto antecipado por razões profissionais decorre entre 24 e 29 de setembro

Os eleitores que, por razões profissionais, não se possam deslocar à assembleia de voto no dia 04 de outubro podem pedir, junto da Câmara Municipal onde estão recenseados, para exercerem o voto antecipado entre os dias 24 e 29 de setembro.

Este direito é concedido a todos os eleitores que justifiquem a impossibilidade de se deslocarem à assembleia de voto, incluindo os jogadores de futebol, equipas técnicas e árbitros que participarão nos quatros jogos da I Liga portuguesa de futebol já marcados para o dia das legislativas.

Para requererem o voto antecipado é necessário que os eleitores se dirijam ao presidente da Câmara Municipal onde estão recenseados, entre os dias 24 e 29 de setembro, fazendo-se acompanhar do cartão, certidão ou ficha de eleitor, do documento de identificação e de um documento comprovativo do impedimento, emitido pelo superior hierárquico ou entidade patronal, ou outro documento que comprove o impedimento.

Contactado pela agência Lusa, o porta-voz da Comissão Nacional de Eleições (CNE) alertou para o facto de os adeptos das equipas de futebol que têm jogos no dia das eleições não poderem exercer o voto antecipadamente.

"Vota antecipadamente todo o cidadão que não possa dirigir-se à assembleia de voto por razões profissionais, quem não é abrangido são os adeptos. Isso é que nos preocupa", afirmou João Almeida, admitindo que "uns milhares [de adeptos] não votam de certeza".

No dia 04 de outubro, na sétima jornada da I Liga, o Benfica irá deslocar-se à Madeira para defrontar o União da Madeira, o Arouca jogará em Braga contra o Sporting local, enquanto o Futebol Clube do Porto e Sporting jogam em casa contra o Belenenses e o Vitória de Guimarães, respetivamente.

Esta é a primeira vez que tal acontece em dia de eleições para a Assembleia da República.

Após o anúncio da realização dos jogos, a CNE defendeu que a realização de jogos de futebol em dia de eleições "não é proibido", mas "misturar as duas coisas poderá ser pouco sensato" e "não é recomendável".

Lusa

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.