sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Chuva em todo o país no dia das eleições

O domingo de eleições vai ser marcado pela chuva, que pode ser forte no norte e centro do país, com temperaturas máximas entre os 18 e os 27 graus Celsius, disse à agência Lusa a meteorologista Paula Leitão.

© Rafael Marchante / Reuters

"Estamos a antecipar que domingo vai ser um dia de chuva em todo o território, principalmente no norte e centro, durante a manhã, devido à aproximação de um sistema frontal que começa a sentir-se logo durante a noite de sábado para domingo", adiantou a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Paula Leitão, a chuva deverá intensificar-se durante a madrugada e manhã de domingo na região do norte e centro do país, com o vento a soprar forte.

"Gradualmente, a precipitação vai diminuir de intensidade, mas estamos a prever precipitação todo o dia. Na região sul vai ser menos intensa e mais provável ao início da manhã e ao início da tarde", explicou.

A especialista adiantou que na sexta-feira "pode haver já precipitação e céu nublado", sendo que no sábado é que a chuva se vai tornar mais persistente no litoral norte e centro.

No que diz respeito às temperaturas máximas, Paula Leitão salientou que não são esperadas grandes alterações em relação ao dia de hoje.

"A temperatura não vai mudar muito. Vamos ter uma pequena descida, mas que será gradual e pouco significativa. Em Lisboa hoje temos 28 graus, sábado 25 e no domingo 23. Em Évora e Beja temos hoje 29 e no domingo 27. No Porto estamos a prever hoje 21e a mesma no sábado", salientou.

O IPMA prevê para domingo temperaturas máximas de 20 graus para Bragança e Viseu, 18 na Guarda, 21 no Porto, Portalegre, Viana do Castelo e Vila Real, 22 em Castelo Branco, 27 em Beja, 26 em Évora e 24 em Faro.

De acordo com Paula Leitão, a tendência para a próxima semana é para haver precipitação menos intensa e persistente.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.