sicnot

Perfil

Novo Governo

PR apela ao voto num momento "crucial" para Portugal

PR apela ao voto num momento "crucial" para Portugal

O Presidente da República apela aos portugueses para não se esquecerem de ir votar este domingo, mesmo se forem ao futebol ou tiverem outros afazeres. Cavaco Silva diz que estas eleições decorrem num momento crucial para o país.

"As eleições de amanhã realizam-se numa altura crucial para o país. Como disse aos portugueses, quando marquei o dia das eleições, todos os atos eleitorais são importantes, mas este ato eleitoral é particularmente importante para o futuro de Portugal", afirmou o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, numa comunicação a propósito das eleições legislativas, que se realizam no domingo.

Insistindo que a escolha que os portugueses vão fazer é determinante para o futuro e que os desafios que se colocam "exigem de todos um grande sentido de responsabilidade", Cavaco Silva lembrou que das eleições de domingo para a Assembleia da República dependerá a formação do novo Governo.

E, acrescentou, "não são admissíveis soluções governativas construídas à margem do Parlamento, dos resultados eleitorais e das forças partidárias".

Na tradicional mensagem que o Presidente da República endereça antes de cada ato eleitoral, Cavaco Silva congratulou-se ainda com o facto da campanha ter decorrido de um modo geral com serenidade, considerando que os portugueses estão agora mais informados e esclarecidos sobre as propostas das forças políticas,

Por isso, sublinhou, no domingo "devem exercer um direito que só existe porque vivemos numa democracia", sendo o voto uma afirmação de liberdade e um instrumento a que não se deve renunciar.

"A abstenção não é solução. Abster-se de votar é desistir do presente e abdicar do futuro. Quem opta pela abstenção, prescinde de ter uma voz ativa e de participar na construção de um Portugal mais desenvolvido e mais justo", disse apelando para que no domingo todos reservem um espaço para o exercício do direito de voto.

"Entre afazeres profissionais, compromissos familiares, assistir a jogos de futebol ou outras atividades desportivas e de lazer, não deixem de incluir a deslocação à secção de voto, entre as 8 da manhã e as 7 da tarde. Não faltem. É isso que vos peço. O futuro do país justifica que todos vão votar, mesmo que o tempo não ajude", frisou.

Lusa

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Primeiro-ministro sueco "surpreendido" com as declarações de Trump
    0:53

    Mundo

    O primeiro-ministro sueco ficou surpreendido com as declarações de Donald Trump, que, no fim de semana, se referiu a um suposto ataque terrorista no país escandinavo, relacionado com a imigração. Stefan Löfven fala na responsabilidade de usar os factos correctamente e diz que é preciso verificar a informação que é divulgada.

  • Angelina emociona-se ao falar da separação de Brad Pitt
    1:25
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46