sicnot

Perfil

Novo Governo

Mariana Mortágua garante que BE está a negociar acordo que não vai defraudar eleitorado

Mariana Mortágua garante que BE está a negociar acordo que não vai defraudar eleitorado

A social democrata Teresa Leal Coelho acusou esta quarta-feira o Bloco de Esquerda de oportunismo político. Na resposta, Mariana Mortágua garantiu que o partido não vai defraudar o eleitorado do Bloco por estar a negociar um compromisso com o PS. Ambas estiveram esta quarta-feira no Frente-a-Frente da SIC Noticias.

  • Catarina Martins diz que estão criadas condições para um Governo de Esquerda
    1:21

    Novo Governo

    Catarina Martins confirma que estão criadas condições para um Governo de esquerda e defende que seria uma perda de tempo indigitar Passos Coelho. No final do encontro com o Presidente da República, Cavaco Silva, a porta-voz do Bloco de Esquerda (BE) adiantou que a forma do acordo com o PS será divulgada nos próximos dias. Mas assegurou também que as grandes divergências entre o BE e o PS estão ultrapassadas.

  • Acordo à esquerda para aborto, adoção e exames do 1º ciclo
    1:53

    Novo Governo

    O Bloco de Esquerda revela quatros dos temas sobre os quais chegou a acordo com PS e PCP, para a formação de um governo estável: aborto, adoção, exames do primeiro ciclo e a entrega de hospitais às misericórdias. Numa sessão pública do partido, ontem à noite, Catarina Martins revelou ainda que vai contestar o tratado orçamental e que se fosse governo nacionalizava as empresas que foram privatizadas.

  • Escritor e filólogo Frederico Lourenço distinguido com o Prémio Pessoa 2016

    Cultura

    O escritor, tradutor, professor universitário Frederico Lourenço foi distinguido com o Prémio Pessoa 2016. O anúncio foi feito hoje pelo presidente do júri, Francisco Pinto Balsemão, no Palácio de Seteais, em Sintra, sublinhando que a atividade de Frederico Lourenço tem como "traço singular" ter oferecido "à língua portuguesa as grandes obras de literatura clássica".

  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional. O ministro garante que o programa vai ser executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação. Vieira da Silva assegura também que o montante disponível para o programa não foi desperdiçado e vai poder ser usado.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Explosão no Cairo faz seis mortos

    Mundo

    Seis pessoas morreram hoje numa explosão junto a um posto de controlo da polícia no Cairo, indicaram os meios de comunicação social e responsáveis egípcios.