sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

PCP anuncia acordo para governo PS

ÚLTIMA HORA

O PCP anunciou esta tarde que estão reunidas as condições para "assegurar um governo da iniciativa do PS" e "uma solução duradoura". O Bloco de Esquerda também já tinha revelado acordo com os socialistas. Hoje à noite, o líder do PS explica os contornos do entendimento numa entrevista exclusiva na SIC.

MANUEL DE ALMEIDA

Em comunicado publicado no site oficial, o PCP revela que:

"enviou ao PS esta tarde o texto de 'Posição conjunta do PS e do PCP sobre solução política', no seguimento da reunião realizada na última quarta-feira, que permite afirmar que estão reunidas as condições para pôr fim ao Governo PSD/CDS-PP, assegurar um governo da iniciativa do PS, num quadro em que está garantida uma composição da Assembleia da República para a formação de um governo do PS, a apresentação do programa, a sua entrada em funções e para a adopção de uma política que assegure uma solução duradoura".

Os comunistas reafirmam a intenção de apresentar uma "moção de rejeição do Programa do Governo que será votada na próxima terça-feira na Assembleia da República".

O partido já tinha anunciado que este domingo vai reunir o Comité Central.

O líder do PS dá hoje uma entrevista exclusiva à SIC e SIC Notícias, a partir das 20:00, onde vai explicar as negociações à esquerda.

  • Coligação voltava a ganhar eleições
    1:45

    País

    Se o país fosse hoje a votos a coligação voltava a ganhar e desta vez mais perto da maioria absoluta. No estudo da Eurosondagem SIC/Expresso, o PS sobe ligeiramente, mas, depois de um mês de negociações à esquerda, António Costa é o que mais desce na popularidade.

  • Cinco mortos provocados pelo tufão Hato em Macau
    1:13
  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.