sicnot

Perfil

Novo Governo

Programa de Governo não vai defraudar quem votou na coligação, diz Passos

Programa de Governo não vai defraudar quem votou na coligação, diz Passos

Pedro Passos Coelho garante que o programa de governo não vai defraudar quem votou na coligação. O primeiro-ministro lembra que o plafonamento das pensões caiu e não faz parte do programa de governo apresentado esta manhã aos deputados da coligação, por falta de apoio do Partido Socialista.

  • Passos Coelho diz que alívio fiscal tem de ser compensado
    0:51

    Novo Governo

    O primeiro-ministro diz que as medidas de alívio fiscal devem ser compensadas para evitar o descontrolo nas contas do Estado. À saída da reunião com os deputados do PSD e do CDS, Pedro Passos Coelho garante que a coligação está disponível para acelerar a devolução dos rendimentos aos portugueses.

  • Passos disponível para assumir responsabilidades na oposição
    0:39

    Novo Governo

    Pedro Passos Coelho insiste que só não será primeiro-ministro a partir de terça-feira se o PS não deixar a coligação governar. Garante ainda que nunca abandonou o país e, se chegar a ser líder da oposição, irá manter o mesmo sentido de responsabilidade. Passos assumiu esta posição em resposta aos jornalistas, no Parlamento, no final de uma reunião com os deputados das bancadas do PSD e do CDS-PP.

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Dominado incêncio no centro de tratamento de resíduos da Tratolixo
    1:55

    País

    O fogo na Tratolixo, em Trajouce, deflagrou esta segunda-feira à noite. As chamas foram controladas a meio da manhã pelos bombeiros. No local estão 133 operacionais, apoiados por 51 veículos. O fogo não fez vítimas nem danos materiais. O vento dificultou o combate às chamas.

  • Duas execuções no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.