sicnot

Perfil

Novo Governo

Programa de Governo não vai defraudar quem votou na coligação, diz Passos

Programa de Governo não vai defraudar quem votou na coligação, diz Passos

Pedro Passos Coelho garante que o programa de governo não vai defraudar quem votou na coligação. O primeiro-ministro lembra que o plafonamento das pensões caiu e não faz parte do programa de governo apresentado esta manhã aos deputados da coligação, por falta de apoio do Partido Socialista.

  • Passos Coelho diz que alívio fiscal tem de ser compensado
    0:51

    Novo Governo

    O primeiro-ministro diz que as medidas de alívio fiscal devem ser compensadas para evitar o descontrolo nas contas do Estado. À saída da reunião com os deputados do PSD e do CDS, Pedro Passos Coelho garante que a coligação está disponível para acelerar a devolução dos rendimentos aos portugueses.

  • Passos disponível para assumir responsabilidades na oposição
    0:39

    Novo Governo

    Pedro Passos Coelho insiste que só não será primeiro-ministro a partir de terça-feira se o PS não deixar a coligação governar. Garante ainda que nunca abandonou o país e, se chegar a ser líder da oposição, irá manter o mesmo sentido de responsabilidade. Passos assumiu esta posição em resposta aos jornalistas, no Parlamento, no final de uma reunião com os deputados das bancadas do PSD e do CDS-PP.

  • Resgatada mais uma criança com vida após sismo em Itália
    0:30
  • Ilibados trabalhadores castigados por consulta de dados fiscais

    País

    Os funcionários da Autoridade Tributária, que tinham sido castigados por terem consultado dados fiscais, foram absolvidos. O jornal Público avançou hoje que as orientações contra as sanções a aplicar aos funcionários partiram do ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Repórteres fazem relato impressionante dos acontecimentos em Charlottesville
    3:40