sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Presidente do Conselho Europeu dá boas vindas a Costa e agradece a Passos

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, enviou hoje uma mensagem de felicitações ao secretário-geral do PS pela sua indigitação como primeiro-ministro, dando as "boas vindas" a António Costa e deixando um agradecimento ao seu antecessor.

Darko Vojinovic

Na mensagem enviada a António Costa, e divulgada em Bruxelas, Tusk adverte que "é crucial que Portugal garanta disciplina nas finanças públicas e que continue o programa de reformas económicas com o objetivo de promover o investimento, e estimular o crescimento e o emprego".

"Estou convencido de que, sob a sua direção, Portugal vai continuar a contribuir para o desenvolvimento da União Europeia, para completar a união monetária e para as respostas necessárias às ameaças geopolíticas", escreve Donald Tusk, que também diz acreditar que, sob a liderança de António Costa, o país "vai beneficiar de estabilidade política e coesão social" necessárias para fazer face aos desafios.

Donald Tusk faz ainda referência ao próximo Conselho Europeu, que terá lugar já no domingo -- uma cimeira extraordinária UE-Turquia sobre migrações -, e que deverá assinalar a estreia de António Costa em cimeiras de chefes de Estado e de Governo da UE, depois de Portugal ter sido representado desde 2011 nos Conselhos Europeus por Pedro Passos Coelho.

"Dou-lhe as boas-vindas ao Conselho Europeu deste domingo e espero vir a trabalhar em estreita colaboração consigo durante o seu mandato. Gostaria também de agradecer calorosamente a Pedro Passos Coelho, seu predecessor como primeiro-ministro, pelo seu empenho europeu e variadas contribuições durante muitas reuniões do Conselho Europeu", conclui Tusk.

Lusa

  • Estudante português desaparecido no mar Báltico

    País

    Um jovem português de 21 anos desapareceu na segunda-feira, dia 13 de novembro, enquanto fazia uma viagem de cruzeiro entre a cidade finlandesa de Helsínquia e a capital da Suécia, Estocolmo. As autoridades locais fizeram buscas na madrugada em que Diogo Penalva caiu ao mar Báltico, por volta das duas da manhã.

  • Político indiano oferece 1,3 milhões por decapitação de atriz

    Mundo

    Deepika Padukone é uma das personagens principais do filme que retrata a relação entre uma rainha hindu e um governante muçulmano. O filme enfureceu um político do Governo indiano, que ofereceu 1,3 milhões de euros como recompensa a quem decapitasse a atriz. A polícia já destacou agentes para proteger a atriz, bem como a sua família.