sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Secretário-geral do partido socialista espanhol felicita primeiro-ministro António Costa

O secretário-geral do PSOE, Pedro Sánchez, felicitou hoje o seu homólogo socialista português, António Costa, pela sua indigitação como primeiro-ministro, desejando-lhe "muito êxito à frente do Governo" luso.

© Eloy Alonso / Reuters

Numa mensagem divulgada hoje na rede social Twitter, Pedro Sánchez adiantou que já "felicitou pessoalmente António Costa, o novo primeiro-ministro de Portugal", acrescentando que lhe desejou "muito êxito" à frente do executivo português.

Sánchez enfrenta eleições gerais em Espanha (o equivalente às legislativas em Portugal) no próximo dia 20 de dezembro, nas quais tentará afastar o governo conservador (direita) do PP de Mariano Rajoy.

As últimas sondagens em Espanha indicam que o PSOE está a recuperar terreno no segundo lugar das intenções de voto, mas a curta distância dos emergentes Ciudadanos (centro-direita, de Albert Rivera) e do Podemos (esquerda) de Pablo Iglesias. O PP continua a liderar as intenções de voto, mas longe de uma maioria absoluta (que conseguiu nas eleições de 2011).

Os estudos de opinião indicam, assim, que os principais partidos poderão ter de fazer pactos pós-eleitorais para constituir maiorias no Congresso dos Deputados (parlamento).

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, indicou hoje o secretário-geral do PS, António Costa, para primeiro-ministro.

"O Presidente da República de República decidiu, ouvidos os partidos políticos com representação parlamentar, indicar o Dr. António Costa para primeiro-ministro", indica a Presidência da República numa nota.

A mesma nota refere que a continuação em funções do XX Governo Constitucional, liderado por Pedro Passos Coelho, em gestão "não corresponderia ao interesse nacional".

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.