sicnot

Perfil

Marcelo sucede a Cavaco

Os anos de Cavaco Silva

REPORTAGEM ESPECIAL

Os anos de Cavaco Silva

Cavaco Silva termina a sua intervenção na vida política com mais de duas décadas. Foi o único primeiro-ministro de Portugal a conquistar duas maiorias absolutas e o primeiro Chefe do Estado oriundo do centro-direita. O legado de Cavaco Silva, o político que nunca se reviu como político, é o tema da Reportagem Especial.

  • Os 25 vetos de Cavaco Silva

    Marcelo sucede a Cavaco

    Em dez anos como Presidente da República, Cavaco Silva usou o veto político 25 vezes, tendo as questões de género marcado a 'estreia' e a 'despedida' dos diplomas devolvidos ao parlamento pelo chefe de Estado. Desde que tomou posse a 9 de março de 2006, Cavaco Silva vetou politicamente 25 diplomas, 21 dos quais da Assembleia da República e quatro do Governo, tendo apenas uma das recusas de promulgação sido relativamente a leis dos executivos de Pedro Passos Coelho e as restantes três dirigidas a José Sócrates. O primeiro veto de Cavaco Silva aconteceu três meses após iniciar funções, com a Lei da Paridade, e o último já depois de Marcelo Rebelo de Sousa ter sido eleito para lhe suceder em Belém e incidiu nas alterações à lei da interrupção voluntária da gravidez (IVG) e adoção por casais do mesmo sexo.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.