sicnot

Perfil

Marcelo sucede a Cavaco

Marcelo sucede a Cavaco

Marcelo sucede a Cavaco

Frases do dia da posse de Marcelo Rebelo de Sousa

Seleção de frases no dia de posse de Marcelo Rebelo de Sousa como Presidente da República.

JOAO RELVAS

Marcelo Rebelo de Sousa

(Presidente da República)

"Um Presidente que não é nem a favor nem contra ninguém. Assim será politicamente, do princípio ao fim do seu mandato".
"É no quadro desta Constituição - que, como toda a obra humana, não é intocável, mas que exige para reponderação consensos alargados, que unam em vez de dividir - que temos, pela frente, tempos e desafios difíceis a superar".
"O Presidente da República será, pois, um guardião permanente e escrupuloso da Constituição e dos seus valores, que, ao fim e ao cabo, são os valores da Nação que nos orgulhamos de ser. O valor do respeito da dignidade da pessoa humana, antes do mais".
"De pessoas de carne e osso. Que têm direito a serem livres, mas que têm igual direito a uma sociedade em que não haja, de modo dramaticamente persistente, dois milhões de pobres, mais de meio milhão em risco de pobreza, e, ainda, chocantes diferenças entre grupos, regiões e classes sociais".

"Temos de cicatrizar feridas destes tão longos anos de sacrifícios, no fragilizar do tecido social, na perda de consensos de regime, na divisão entre hemisférios políticos".

"Tudo indesejável, precisamente em anos em que urge recriar convergências, redescobrir diálogos, refazer entendimentos, reconstruir razões para mais esperança".

"[Miguel] Torga viu o essencial. O essencial é que continuamos a minimizar o que valemos. E, no entanto, valemos muito mais do que pensamos ou dizemos. O essencial, é que o nosso génio -- o que nos distingue dos demais -- é a indomável inquietação criadora que preside à nossa vocação ecuménica. Abraçando o mundo todo. Ela nos fez como somos. Grandes no passado. Grandes no futuro. Por isso, aqui estamos. Por isso, aqui estou. Pelo Portugal de sempre!".
Ferro Rodrigues (Presidente da Assembleia da República)

"O Presidente certo no momento certo será sempre um Presidente que se enquadra, com autonomia e afirmação, num novo ciclo da vida política democrática".

"Em democracia são normais e desejáveis as divergências ideológicas e as políticas alternativas. Mas é justamente porque conhecemos as diferenças políticas que devemos ser capazes de as distinguir daquilo que é estratégico e que nos deve unir".

António Costa (Primeiro-ministro)

"O Presidente da República falou por todos nós. Hoje é dia de o escutarmos e não falamos. Acho que foi um discurso em que todos nos podemos reconhecer, um sinal importante da função essencial do Presidente da República de unir os portugueses para servirmos Portugal".

Jerónimo de Sousa (Secretário-geral do PCP)

"Foi um discurso que faz um esforço para ir ao encontro daquilo que são preocupações da maioria dos portugueses com o seu futuro, vidas, direitos. Mas sobra sempre uma questão central: como é que se efetiva, como é que se concretizam essas aspirações que no nosso povo tem?".
Luís Montenegro (Líder parlamentar do PSD) "Foi um discurso que faz um esforço para ir ao encontro daquilo que são preocupações da maioria dos portugueses com o seu futuro, vidas, direitos. Mas sobra sempre uma questão central: como é que se efetiva, como é que se concretizam essas aspirações que no nosso povo tem?".
António Sampaio da Nóvoa (Candidato presidencial) "Há um novo Presidente, o Presidente de todos os portugueses, também é o meu Presidente. (...) É tempo de união para olhar para o futuro".
Paulo Portas (Líder do CDS/PP ) "É um Presidente da República que assume a história de Portugal como um todo. Olha Portugal como uma só nação independentemente das diferenças entre cada um e nesse sentido é um discurso nacional que é o que se espera de um chefe do Estado".

Catarina Martins (Porta-voz do Bloco de Esquerda)

"Julgo que aquilo que é mais relevante e que aguardamos todos é pelos dias que seguem, pelo mandato que se segue. Nós tivemos nos últimos anos um Presidente da República que faltou vezes demais àquela que é a Lei Fundamental do país, em que assenta o contrato democrático e o contrato social, a Constituição".

Vasco Lourenço (Presidente da Associação 25 de Abril)


"Como tive oportunidade de dizer ao Presidente, gostei muito do discurso. Estou confiante e esperançoso de que a prática esteja de acordo com o discurso. Com o anterior, não há comparação possível. Eu até bati palmas com mais força por o ver ir-se embora".
Vitorino Silva (Tino de Rans) (Candidato presidencial) "É um meu Presidente. É um discurso que eu faria porque percebi em campanha que éramos os políticos mais parecidos. Gostei de ter ido à luta com ele. Como comentador, tinha muita audiência e eu quero que continue a tê-la [como Presidente]".

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • "Não preciso de ajustar contas com ninguém"
    0:49

    País

    O ex-Presidente da República insiste que José Sócrates foi desleal durante as negociações do Orçamento do Estado para 2011. Numa entrevista dada à RTP1, Cavaco Silva esclareceu ainda que não escreveu o livro de memórias para ajustar contas com o ex-primeiro-ministro.

  • Sócrates em processo judicial surpreende Cavaco
    0:18

    País

    Cavaco Silva afirmou ter ficado surpreendido com o envolvimento de José Sócrates num processo judicial. Em entrevista à RTP1 o ex-Presidente da República diz que nunca se apercebeu de qualquer "atuação legalmente menos correta" da parte de Sócrates.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28
  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Secretário da Segurança Interna dos EUA desmente Donald Trump

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou esta quinta-feira que os esforços do seu Governo para expulsar alguns imigrantes ilegais dos Estados Unidos "são uma operação militar", afirmação contrariada pelo seu secretário da Segurança Nacional no México.