sicnot

Perfil

Marcelo sucede a Cavaco

Presidente recebido por banho de multidão no Cerco

Presidente recebido por banho de multidão no Cerco

À chegada ao bairro do Cerco, um dos mais pobres do Porto, Marcelo Rebelo de Sousa foi hoje recebido por mais um banho de multidão. O relato é do repórter da SIC, António Cancela.

  • Momento hip hop de Marcelo no bairro do Cerco
    0:24

    Marcelo sucede a Cavaco

    O Presidente da República foi hoje recebido por centenas de pessoas no bairro do Cerco, no Porto, com beijos, aplausos e pedidos da população ao som de hip hop. "Marcelo aumenta o rendimento mínimo" ou "quero uma casa" foram algumas das frases que se ouviram quando Marcelo Rebelo de Sousa chegou ao Cerco, na zona oriental da cidade, acompanhado pelo presidente do município, Rui Moreira. Na despedida, Marcelo brindou os moradores com um momento único. O Presidente da República dirigiu-se ao populares a partir do palco e cantou alguns versos em versão hip hop, numa homenagem aos habitantes do bairro do Cerco.

  • Marcelo abraçado pela multidão no Porto
    3:06

    Marcelo sucede a Cavaco

    Foi um banho de multidão que rodeou o Presidente da República, há instantes no Porto, no final da cerimónia na Câmara, onde Marcelo Rebelo de Sousa encerrou as cermónias da tomada de posse. À saída, quebrou o protocolo e foi mergulhar na multidão, um momento inédito num Presidente e testemunhado pelo repórter Miguel Mota.

  • Marcelo diz que é tempo de "falar mais" do que valoriza Portugal
    1:49

    País

    Marcelo rebelo de Sousa foi recebido pelo presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira. O autarca pediu ao Presidente da República que lutasse contra as desigualdades, injustiças e o centralismo. No terceiro e último dia das cerimónias de tomada de posse, Marcelo voltou a defender a ideia de que as crises não são o único horizonte possível para Portugal.

  • "Estamos a investir na nossa própria desgraça"
    0:37
  • Saída dos EUA do acordo de Paris é "uma vergonha"

    Mundo

    O ex-secretário de Estado norte-americano John Kerry considerou esta terça-feira "uma vergonha" a decisão do Presidente Donald Trump de retirar os Estados Unidos do acordo do clima de Paris, garantindo que o povo não acompanha esse gesto de "autodestruição".

  • "Meninas proibidas de usar saias curtas e roupa transparente" para evitar abusos em Timor
    0:50
  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43