sicnot

Perfil

Massacre em Orlando

Massacre em Orlando

Massacre em Orlando

"Vou morrer", escreveu vítima do massacre de Orlando à mãe

Eddie Justice, 30 anos, enviou uma série de SMS à mãe, da casa de banho da discoteca Pulse, onde estava escondido, enquanto o atirador de Orlando disparava indiscriminadamente. "Vou morrer", escreveu o jovem minutos antes de ser assassinado.

A mãe de Eddie, Mina Justice, mostrou as últimas mensagens que trocou com o filho antes de morrer. Eddie estava na discoteca Pulse, em Orlando, onde aconteceu o massacre.

Mina estava a dormir quando recebeu o primeiro SMS. "Mãe amo-te" eram 2:06.
Logo a seguir Eddie escreve: "Na discoteca (que está a ser alvo) do tiroteio".

Mina tenta ligar para o filho mas não consegue. "Estás bem?", insiste por mensagem. "Estou preso na casa de banho". Chama a polícia". Às 2:08 Eddie escreve: "Vou morrer".

A mãe ligou para a polícia e continuou a trocar mensagem com o filho.
Às 02:39 os últimos SMS: "Chame a polícia mãe. Agora. Ele está a chegar. Eu vou morrer".

Dez minutos depois, às 2:49 Eddie escreve "Ele já está na casa de banho" Ele é um terrorista". De seguida a mãe perguntou se o atirador estava na casa de banho, foi quando recebeu o último SMS: "Sim".

Depois fez-se silêncio no telefone da mãe. O nome de Eddie Justice apareceu na lista das vítimas mortais do massacre de Orlando.

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.