sicnot

Perfil

Rumo ao Mundial 2018

Rumo ao Mundial 2018

Rumo ao Mundial 2018

Moutinho assume favoritismo e destaca defesa das Ilhas Faroé

João Moutinho assumiu este domingo que a seleção portuguesa de futebol é favorita no duelo com as Ilhas Faroé, mas que precisa de superar uma das melhores defesas do Grupo B de qualificação para o Mundial2018.

"Somos favoritos, mas temos que demonstrar isso em campo. As Ilhas Faroé estão à nossa frente no grupo e queremos alterar isso. A verdade é que ainda não sofreu golos e temos que ter capacidade para marcar contra uma equipa que tem defendido bem", afirmou João Moutinho.

O médio falava em Torshavn, capital das Ilhas Faroé, na conferência de imprensa de antevisão do encontro da terceira jornada do Grupo B de apuramento para o próximo Campeonato do Mundo, que vai decorrer na Rússia.

"O Euro2016 é passado. Estamos focados no apuramento para o Mundial, em que queremos estar. Temos que estar na máxima força contra equipas que vão estar motivadas por estar a jogar contra o campeão europeu", disse o jogador de 30 anos.

Para João Moutinho, apenas três dias de intervalo entre dois jogos é algo "natural no futebol atual", embora seja "muito importante" que a recuperação nesse período seja bem feita, e desvalorizou que o jogo de segunda-feira seja disputado num relvado sintético.

"Não estamos habituados, mas teremos que jogar neste campo. Vamos dar o nosso máximo para sermos superiores às Ilhas Faroé. É uma seleção bem organizada, com bom jogadores", referiu o médio do Mónaco.

O encontro, o primeiro de sempre da seleção lusa nas Ilhas Faroé, está agendado para as 19:45 e terá arbitragem do lituano Gediminas Mazeika.

Portugal segue no terceiro lugar do Grupo B, com três pontos, menos um do que as Ilhas Faroé, que seguem no segundo posto, e menos três que a Suíça, que lidera.

Lusa

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.