Rumo ao Mundial 2018

Federação Saudita suspende árbitro nomeado para o Mundial de forma vitalícia

Eugenio Savio

A Federação Saudita de Futebol anunciou esta quarta-feira ter suspendido o árbitro Fahd al Mirdasi de forma vitalícia, pelo facto de o juiz, nomeado para o Mundial2018 de futebol, ter solicitado um suborno para ajudar uma equipa durante um jogo.

O Comité Disciplinar da federação vai informar a FIFA do caso e solicitar a sua exclusão do Mundial da Rússia e de quaisquer outras competições internacionais, revelou aquele órgão em comunicado.

Depois de ter sido interrogado, Al Mirdasi admitiu ter pedido dinheiro aos dirigentes do Itihad, a quem ofereceu ajuda na final da Taça do Rei, sendo que o caso foi denunciado pelo presidente do emblema saudita antes de se jogar a final.

A federação substituiu o árbitro da final de sábado, ganha pelo Itihad perante o Al Faisali (3-1).Fahd al Mirdasi, de 32 anos, é internacional desde 2011, tendo estado presente nos Jogos Olímpicos do Rio 2016 e na Taça das Confederações de 2017, em que dirigiu o Portugal-México de atribuição do terceiro e quarto lugares, ganho pela seleção lusa por 2-1 após prolongamento.

Lusa

  • Anticiclone dos Açores afasta o verão de Portugal
    1:46

    País

    O verão vai continuar ameno em Portugal e, no início da próxima semana, as temperaturas máximas vão mesmo descer. Um cenário bem diferente do do norte da Europa, onde são as ondas de calor que estão a preocupar as autoridades. 

  • Ryanair prevê cancelamento de 50 voos diários em Portugal
    2:10

    Economia

    A Ryanair vai cancelar até 50 voos em Portugal durante os dois dias de greve, na próxima semana. A companhia irlandesa garante que já contactou 90% dos clientes com viagens marcadas de e para o país, que podem agora pedir o reembolso ou reagendar os voos.

  • Volta ao Mundo em Arroios
    18:46
  • Sócrates defende Pinho e critica Parlamento

    País

    José Sócrates saiu em defesa do seu antigo ministro da Economia, Manuel Pinho. Num artigo de opinião publicado no Expresso, o ex-primeiro-ministro aponta o dedo ao presidente do PSD e ao líder parlamentar do PS.

  • PP espanhol elege o líder mais jovem de sempre

    Mundo

    O novo presidente do Partido Popular (PP) espanhol, Pablo Casado, com 37 anos, é o líder mais jovem que este partido já teve na sua curta história, sendo visto por muitos como defensor da ala mais conservadora e tradicional.