sicnot

Perfil

OE 2016

OE 2016

Orçamento do Estado 2016

Governo elimina quociente familiar do IRS e aumenta deduções fixas por filho e ascendente a cargo

O Governo vai eliminar o quociente familiar em sede de IRS e vai aumentar as deduções fixas por filho e por ascendente a cargo, já previstas no código do imposto.

(Arquivo)

(Arquivo)

SIC

De acordo com a proposta do Orçamento do Estado para 2016, hoje entregue na Assembleia da República, o Governo eliminou o quociente familiar, introduzido na reforma do IRS que entrou em vigor em janeiro de 2015 e que atribuía uma ponderação a cada dependente e ascendente a cargo no apuramento do rendimento coletável, e voltou ao quociente conjugal, que considera apenas os sujeitos passivos do agregado.

Além disso, o Governo de António Costa mexeu também nas deduções fixas, aumentando os valores previstos. Assim, o executivo atribui agora uma dedução fixa de 550 euros por cada dependente e de 525 euros por cada ascendente que viva juntamente com o agregado familiar e cujos rendimentos não excedam a pensão mínima do regime geral.

Na lei atualmente em vigor, a cada dependente é atribuída uma dedução fixa de 325 euros e a dedução fixa de cada ascendente a cargo é de 300 euros.

O Governo pretende também manter a majoração de 125 euros que é atribuída aos dependentes com menos de 3 anos de idade, bem como a majoração de 110 euros no caso de haver apenas um ascendente que viva com o agregado familiar e que aufira menos do que a pensão mínima.

Lusa

  • Pinto da Costa internado após queda

    Desporto

    O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, sofreu uma queda e foi internado de urgência no Hospital de São João. O acidente já foi confirmado pelo clube em comunicado.

  • Lesados do Banif confiaram "num sistema que os aldrabou"
    2:00
  • "Octávio Machado foi a terceira escolha" para o cargo
    2:01
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26
  • "Temos de melhorar o sistema de prevenção e combate dos incêndios"
    18:07

    País

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias, desta quinta-feira. Em análise esteve o chumbo do PCP na criação de um banco nacional de terras, a reforma da floresta em Portugal, as falhas no sistema de comunicação do SIRESP, a lei da rolha nos bombeiros, a seca no país e ainda a pesca da sardinha, que poderá vir a ser proibida durante 15 anos. 

    Entrevista SIC Notícias

  • Direita acusa presidente da Assembleia da República de não estar à altura do cargo
    2:06

    País

    O presidente da Assembleia da República está a ser novamente criticado pela oposição. Numa entrevista à Antena 1, Eduardo Ferro Rodrigues disse que não queria falar sobre o caso Galpgate para não causar espasmos à direita. Na reação, o CDS diz que a segunda figura do Estado deve abandonar as trincheiras partidárias. A direita acusa ainda que o presidente da Assembleia de não estar à altura do cargo.

  • "Sempre me senti em casa em Portugal"
    1:11