Óscares 2017

Sabe quanto vale um Óscar?

É sem dúvida um dos objetos mais reconhecidos e desejados do mundo. A estatueta de ouro é considerada o maior prémio da indústria cinematográfica mas o seu valor monetário não corresponde à sua fama e à honra de o vencer.

Um pequeno pedaço de história cinematográfica que tem inúmeras histórias fascinantes por trás.

O Oscar, banhado a ouro de 24 quilates, custa, de acordo com o Entertainment Weekly, cerca de 380€ para ser produzido e o facto de famosos como Michael Jackson e Steven Spielberg terem comprado estes objetos por milhões de euros fazem com que qualquer pessoa pensa que valem uma fortuna.

Mas este famoso prémio não vale mais que um chocolate ou um refrigerente, monetariamente falando.

Isto porque em 1950, um tribunal decidiu que qualquer pessoa que queira vender ou leiloar o seu Oscar é obrigado a oferecê-lo à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas por 1 dólar americano que, com a atual taxa de câmbio, equivale a 0,94€.

O famoso realizador Steven Spielberg, que, em 2015, apoiou a manutenção da decisão, doou os seus troféus de volta à Academia.

  • "O envelope que tramou os Óscares"
    1:48

    Óscares 2017

    Hollywood viveu momentos históricos na 89.º cerimónia dos Óscares. La La Land chegou a ser anunciado como Melhor Filme do ano para a Academia de Hollywood mas Warren Beatty percebeu que tinha cometido um erro e nos agradecimentos tudo mudou. O vencedor da noite foi o filme "Moonlight". Mas afinal o que aconteceu?

  • A passadeira vermelha dos Óscares
    1:14

    Óscares 2017

    Durante o domingo de Óscares, um dos momentos mais aguardados é o desfile das celebridades. Vamos ver como se apresentaram na passadeira vermelha, com a atenção sobretudo na roupa e nas joias. Os fatos clássicos e escuros dominaram as escolhas dos homens para a cerimónia. A passadeira vermelha por onde passam todos os artistas tem 275 metros de comprimento e 10 metros de largura.

  • Cerimónia dos Óscares marcada por críticas a Donald Trump
    3:18

    Óscares 2017

    Como se previa, a cerimónia de entrega de Óscares ficou também marcada pelas críticas a Donald Trump. O realizador do Melhor Filme Estrangeiro - o iraniano Asghar Farhadi - faltou em protesto contra as políticas anti-imigração. O Presidente norte-americano foi visado também pelo apresentador da cerimónia e o ator mexicano Gael García Bernal criticou o projeto de construção do muro na fronteira.

  • "Bebemos a água que escorria das rochas"

    Mundo

    Os 12 rapazes e o treinador que ficaram presos numa gruta na Tailândia durante 18 dias revelaram hoje alguns pormenores de como sobreviveram, na primeira conferência de imprensa.

  • "Os Maias" deixam de ser leitura obrigatória no secundário

    País

    Obras como "Os Maias" e "A Ilustre Casa de Ramires", de Eça de Queirós, vão deixar de ser de leitura obrigatória no ensino secundário a partir do próximo ano letivo. Os alunos deixam de ter indicação de uma obra específica para ler, passando o professor a escolher livremente uma obra de cada autor. O objetivo é fazer face aos programas extensos.

  • Marcelo assinala "passos importantes" na Cimeira da CPLP
    2:16