sicnot

Perfil

Panama Papers

Panama Papers

Panama Papers

Português relacionado com caso Lava Jato incluído em lista comprometedora

O empresário português Idalécio de Castro Rodrigues de Oliveira, que está a ser investigado no âmbito da operação Lava Jato, aparece na lista comprometedora, divulgada este domingo por um Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação.

SIC

A lista resultou de uma fuga de informação envolvendo a empresa de advogados panamiana Mossack Fonseca, revela 107 novas sociedades "offshore" ligadas a citados no caso Lava Jato, que investiga um esquema de corrupção que envolve várias empresas, incluindo a petrolífera estatal Petrobras, no Brasil.

O portal de notícias brasileiro UOL, um dos mais de cem meios de comunicação envolvidos na investigação, noticia que a Mossack Fonseca criou sociedades em "offshores" para pelo menos 57 indivíduos já publicamente relacionados com o esquema de corrupção na Petrobras.

Idalécio de Oliveira terá aberto várias empresas "offshores" em paraísos fiscais, meses antes de vender à Petrobras parte de um campo de petróleo no Benin, em 2011.

A Mossack Fonseca constituiu a empresa Lusitania Petroleum Holding Limited nas Ilhas Virgens, em julho de 2010, a pedido do português e sete meses depois a Petrobras comprou o campo no Benin a uma subsidiária da Lusitania Petroleum, mas nunca encontrou petróleo naquele campo da África Ocidental.

O portal UOL escreve que os responsáveis pela investigação da Lava Jato suspeitam que a transação resultou no pagamento de subornos ao presidente da Câmara dos Deputados e líder do Partido do Movimento Democrático do Brasil (PMDB), Eduardo Cunha, algo que o político nega.

O UOL cita um relatório do Procuradoria-Geral da República, de 2011, segundo o qual Idalécio Oliveira transferiu eletronicamente 10 milhões de dólares (8,7 milhões de euros) para uma conta num banco suíço, mantida por João Augusto Rezende Henriques, ligado ao PMDB.

A transferência foi feita através da Acona International Investments Limited, uma empresa sediada nas ilhas Seychelles, também registada pela Mossack Fonseca.

Segundo o relatório, semanas depois, Rezende Henriques transferiu eletronicamente 1,5 milhões de dólares (1,3 milhões de euros) para uma conta num banco suíço.

Rezende Henriques disse, em depoimento à Polícia Federal, que "a conta indicada para o pagamento pertencia a Eduardo Cunha".

Em maio de 2010, e-mails trocados entre funcionários da Mossack Fonseca sugerem que a Lusitania Petroleum foi criada para ser negociada em bolsas de valores, escreve o UOL.

Os funcionários discutiam alterações no contrato social da empresa para adequá-la às regras, e tinham também a ideia de replicar o estatuto noutras companhias "offshore" do Lusitania Group.

Entre junho de 2010 e maio de 2011, o português adquiriu ou transferiu para a Mossack Fonseca 14 sociedades "offshore".

Em maio de 2011, Idalécio Oliveira respondeu à Mossack Fonseca que os seus negócios envolviam, na altura, minas em África e no Brasil e exploração de petróleo em África, e disse ainda que entraria em breve no negócio da exploração do petróleo no Brasil e na Ásia.

A lista hoje divulgada inclui 12 líderes mundiais incluindo chefes ou ex-chefes de Estado e atuais e antigos primeiros-ministros. Ao todo são 140 políticos de mais de 50 países.

Entre os nomes divulgados encontram-se os do rei da Arábia Saudita, do Presidente da Argentina e de elementos próximos do Presidente russo Vladimir Putin, o presidente da UEFA, Michel Platini, e a irmã do rei Juan Carlos e tia do rei Felipe VI de Espanha, Pilar de Borbón.

O Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação precisa que mais de 214 mil entidades "offshore", em 21 paraísos fiscais, aparecem, em 11,5 milhões de documentos, ligadas a mais de 200 países e territórios.

Lusa

  • Habitantes de Almeida barricaram-se durante seis horas em agência da CGD
    2:31

    País

    Perto de 100 pessoas estiveram esta quarta-feira barricadas na agência da Caixa Geral de Depósitos em Almeida, distrito da Guarda. O protesto contra o encerramento da agência só terminou quase seis horas depois, com a garantia que os autarcas serão recebidos na próxima terça-feira pela Administração do banco público. 

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Trump volta a apelar ao fim do programa nuclear de Pyongyang
    1:43

    Mundo

    Donald Trump voltou a apelar à Coreia do Norte para que abandone o programa nuclear e opte pela via do diálogo. O Presidente dos Estados Unidos chamou à Casa Branca, para uma reunião extraordinária, todos os senadores norte-americanos para serem informados sobre a atual crise com a Coreia do Norte.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Papa apelou à revolução da ternura
    0:52
  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.

  • Diário de John F. Kennedy vendido por 660 mil euros

    Mundo

    Um diário escrito por John F. Kennedy quando jovem, durante uma curta passagem pelo jornalismo, depois da II Guerra Mundial, foi vendido por mais de 700 mil dólares (642 mil euros), informou esta quarta-feira uma casa de leilões.