sicnot

Perfil

Panama Papers

China e Rússia negam envolvimento de figuras políticas no Panama Papers

China e Rússia negam envolvimento de figuras políticas no Panama Papers

O caso Panama Papers está a gerar uma onda de indignação e multiplicam-se as reações e negações de governos e figuras públicas, suspeitas de terem desviado dinheiro para paraísos fiscais. A China e a Rússia, por exemplo, já negaram o envolvimento de altas figuras políticas.

  • "Luxemburgo é um gigantesco offshore onde entram todo os dias malas com dinheiro"
    6:04

    José Gomes Ferreira

    Dados do Banco de Portugal indicam que todos os dias saem 2 milhões de euros de Portugal para contas offshore. José Gomes Ferreira comenta a saída de dinheiro para paraísos fiscais, bem como os últimos desenvolvimento do escândalo "Panama Papers". O Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação divulgou este domingo a identidade de vários personalidades que estão de alguma forma envolvidos neste caso de corrupção e fuga fiscal à escala mundial. José Gomes Ferreira critica a falta de vontade política para pôr fim a estes paraísos fiscais, nomeadamente por parte do FMI, e cita o exemplo do Luxemburgo, bem no centro da Europa.

  • BE marca debate de atualidade com a mira na praça financeira da Madeira
    0:30

    Panama Papers

    O Bloco de Esquerda defende o fim das offshores para evitar situações como as que foram denunciadas pelos "Panama Papers". A líder do partido, Catarina Martins, afirma que Portugal pode dar o exemplo ao acabar com a offshore da Madeira. O BE anunciou hoje a marcação para quarta-feira, no Parlamento, de um debate de atualidade sobre as consequências dos paraísos fiscais, durante o qual, no plano nacional, insistirá no fim da praça financeira da Madeira.

  • Altice envolvida no escândalo Panama Papers
    1:50

    Panama Papers

    A Altice é citada na investigação aos documentos do Panamá, além de outros cerca de 30 portugueses e mais de 200 empresas nacionais. A dona da PT Portugal desmente qualquer situação de evasão fiscal. O Expresso divulga sábado mais informações sobre os nomes encontrados.

  • Marcar cedo e resistir (ou como Portugal venceu Marrocos)

    Mundial 2018 / Portugal

    A seleção nacional alcançou hoje a primeira vitória no Mundial 2018, frente a Marrocos, em Moscovo. Cristiano Ronaldo (outra vez) marcou logo aos quatro minutos. Depois, Portugal pouco mais fez senão aguentar as investidas dos marroquinos, que ficam desde já afastados dos oitavos de final.

  • Fernando Santos dá um puxão de orelhas à equipa
    1:57
  • E vão quatro de Ronaldo
    1:58
  • Ronaldo, o motivador
    3:23
  • Os "memes" do desempenho de Cristiano Ronaldo frente a Marrocos
    1:25
  • Cristiano Ronaldo: o melhor do jogo, o melhor do Mundial, o melhor do mundo

    Mundial 2018 / Portugal

    Apesar da prestação de Rui Patrício na defesa da baliza lusa, Cristiano Ronaldo foi eleito o homem do jogo, pela segunda vez consecutiva, depois de marcar o golo que deu a vitória a Portugal frente a Marrocos. O capitão português ofereceu à equipa os três pontos essenciais para a eventual passagem aos oitavos de final. Mas Ronaldo não fica por aqui. Contas feitas, CR7 é o melhor marcador do Mundial (4 golos em 2 jogos) e já marcou 85 golos por Portugal, feito nunca antes alcançado nem por Eusébio nem por Pauleta. No auge dos 33 anos, há quem diga que Ronaldo "é como o vinho do Porto". Será que ainda vai chegar à marca dos 100? Parece que, para o CR7, nada é impossível.

  • Parecia que Rui Patrício tinha cola nas luvas
    5:40
  • Os momentos descontraídos dos jogadores que estão no Mundial
    1:54
  • Selecionador de Marrocos queixa-se da arbitragem
    1:41
  • Georgina Rodriguez assistiu ao jogo de Portugal e acenou a Ronaldo
    1:05
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49