sicnot

Perfil

Panama Papers

Panama Papers

Panama Papers

Primeiro-ministro da Islândia pede eleições antecipadas

Primeiro-ministro da Islândia, implicado no escândalo de corrupção, Panama Papers, pediu eleições antecipadas. Presidente vai chamar partidos antes de decidir dissolução do Parlamento.

Primeiro-ministro da Islândia, Sigmundur David Gunnlaugsson.

Primeiro-ministro da Islândia, Sigmundur David Gunnlaugsson.

© Sigtryggur Johannsson / Reute

Na sequência dos dados revelados pela investigação Panama Papers, o Presidente da Islândia quer ouvir os partidos com assento parlamentar antes de tomar uma decisão sobre a dissolução do Parlamento.

O primeiro-ministro do país é suspeito de estar também envolvido no escândalo e já veio pedir eleições antecipadas.

Depois de se reunir com primeiro-ministro, Sigmundur David Gunnlaugsson. o Presidente diz que quer ouvir os principais partidos antes de tomar uma decisão sobre a dissolução do Parlamento.

  • "Luxemburgo é um gigantesco offshore onde entram todo os dias malas com dinheiro"
    6:04

    José Gomes Ferreira

    Dados do Banco de Portugal indicam que todos os dias saem 2 milhões de euros de Portugal para contas offshore. José Gomes Ferreira comenta a saída de dinheiro para paraísos fiscais, bem como os últimos desenvolvimento do escândalo "Panama Papers". O Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação divulgou este domingo a identidade de vários personalidades que estão de alguma forma envolvidos neste caso de corrupção e fuga fiscal à escala mundial. José Gomes Ferreira critica a falta de vontade política para pôr fim a estes paraísos fiscais, nomeadamente por parte do FMI, e cita o exemplo do Luxemburgo, bem no centro da Europa.

  • PM da Islândia abandona entrevista ao ser questionado sobre empresa offshore
    1:24

    Panama Papers

    Um dos nomes envolvidos no escândalo "Panama Papers" é o do primeiro-ministro da Islândia. Sigmundur David Gunnlaugsson abandonou uma entrevista a uma televisão sueca quando estava a ser questionado sobre a empresa onde, juntamente com a mulher, teve títulos que chegaram a valer milhões de euros, em três grandes bancos da Islândia que faliram durante a crise financeira de 2008.

  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Houve "erros defensivos que normalmente a equipa não comete"
    0:38

    Desporto

    No final do jogo, quando questionado sobre a ausência de Casillas no onze do FC Porto, Sérgio Conceição referiu que a equipa apresentada era aquela que lhe oferecia garantias. Quanto ao jogo, o treinador portista reconheceu que a equipa cometeu vários erros defensivos.

  • "Cometemos erros e há que tentar corrigi-los"
    0:41

    Desporto

    No final do jogo em Leipzig, Iván Marcano desvalorizou a ausência de Iker Casillas e entendeu que o facto de o guarda-redes ter ficado no banco não teve impacto na equipa. Já sobre o jogo, o central espanhol garantiu que não correu da forma como os jogadores esperavam.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.