sicnot

Perfil

Panama Papers

Panama Papers

Panama Papers

Governo do Panamá lança campanha turística "Paraíso sem Papéis"

O Governo do Panamá recusa ver a imagem do país a deteriorar-se e decidiu lançar uma campanha publicitária denominada "Paraíso sem papéis" para mostrar as atrações turísticas panamianas, disse hoje o ministro do Turismo, Gustavo Him.

© Carlos Jasso / Reuters

Um vídeo, com apenas 30 segundos, começa com a frase "Dizem que somos um paraíso" e mostra alguns elementos representativos do país, como as praias desertas, os trajes folclóricos, as danças indígenas, os barcos carregados de mercadorias a cruzar o canal e os luxuosos arranha-céus da capital.

"Este é o momento de divulgar as maravilhas naturais e culturais do Panamá, agora que o mundo tem os olhos em nós", declarou Him à agência noticiosa Efe.

A publicação, no domingo passado, da base de dados da empresa de advogados panamiana Mossack Fonseca, contratada por personalidades de todo o mundo para criar companhias "offshore" em diversos paraísos fiscais para fugir ao fisco, prejudicou a reputação do país centro-americano, que há anos lidera o crescimento económico na América Latina, tendo visto o turismo aumentar de forma considerável.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.