sicnot

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Santana Lopes desafia Rebelo de Sousa a dizer o que faria no lugar de Cavaco Silva

O provedor da Misericórdia de Lisboa, Pedro Santana Lopes, disse hoje não estar em condições de responder qual o candidato presidencial que apoiará e desafiou Marcelo Rebelo de Sousa a dizer o que faria no lugar de Cavaco Silva.

"Não posso ser mais sincero. Para já, o tempo para pensar não tem sido muito e mesmo que conseguisse pensar muito, acho que ainda não tinha conseguido chegar a nenhuma conclusão porque eu ainda não sei o que é que ele pensa do exercício da função presidencial. Por exemplo, eu gostava imenso de o ouvir dizer o que faria no lugar de Cavaco Silva agora. Nomeava Pedro Passos Coelho ou não? Ou dava posse a António Costa?", questionou Santana Lopes.

Pedro Santana Lopes, que no final de agosto anunciou que não seria candidato à Presidência da República, afirmou num almoço promovido pelo American Club, em Lisboa, não estar "em condições de responder" sobre que candidato presidencial apoiaria.

Confrontado pelos jornalistas no final da sua intervenção, em que também respondeu a perguntas, o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa disse que António Sampaio da Nóvoa "fez muito bem" em dizer o que faria no lugar do atual chefe de Estado no processo de formação de Governo decorrente das eleições legislativas de 04 de outubro.

"Assim é que os portugueses podem optar. Com base em chá e simpatia, não é por aí que os portugueses podem decidir", afirmou.

Sobre o antigo presidente da Câmara do Porto Rui Rio, Santana disse à plateia do American Club e repetiu aos jornalistas que provavelmente não saberá o seu entendimento sobre esta matéria porque "dizem que não vai ser candidato".

Ainda relativamente a Marcelo Rebelo de Sousa, Santana afirmou que "nos seus manuais explica muito bem o sistema de governo" mas contrapôs que "nem sempre os professores de direito dizem qual é a sua posição sobre as matérias que são tratadas nos seus manuais".

"Eu já disse o que defendo, nomeava Pedro Passos Coelho primeiro-ministro. Se não passasse na Assembleia, depois podia tomar outras opções mas essa opção para mim era indiscutível, acho que não pode ser discutível", acrescentou.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.