sicnot

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Mais de metade das candidaturas presidenciais já se queixou à CNE

Mais de metade das candidaturas à Presidência da República apresentou queixa na Comissão Nacional de Eleições, que já recebeu 11 reclamações, desde impedimento para distribuir propaganda até à utilização do nome de um candidato para apoiar outra candidatura.

De acordo com João Almeida, as queixas foram apresentadas por seis candidaturas - Henrique Neto, Paulo de Morais, Marisa Matias (na imagem), Cândido Ferreira, Edgar Silva e Sampaio da Nóvoa.

De acordo com João Almeida, as queixas foram apresentadas por seis candidaturas - Henrique Neto, Paulo de Morais, Marisa Matias (na imagem), Cândido Ferreira, Edgar Silva e Sampaio da Nóvoa.

MANUEL DE ALMEIDA / Lusa

Em declarações à agência Lusa, o porta-voz da Comissão Nacional de Eleições (CNE) adiantou que o número de queixas recebidas é, até agora, menor do que as recebidas em 2010, havendo, para já, 11 queixas apresentadas pelos atuais candidatos ou respetivas candidaturas.

De acordo com João Almeida, as queixas foram apresentadas por seis candidaturas - Henrique Neto, Paulo de Morais, Marisa Matias, Cândido Ferreira, Edgar Silva e Sampaio da Nóvoa.

A candidatura de Henrique Neto foi aquela que apresentou mais queixas, tendo em conta que "algumas foram apresentadas quando a Comissão não tinha ainda competência e poderes efetivos de intervenção", já que a CNE só pode agir sobre todos os órgãos e agentes da administração pública depois de marcada a data das eleições.

Segundo o responsável, num primeiro momento, "a candidatura de Henrique Neto foi importunada várias vezes com autoridades de vário tipo a tentar impedir a recolha de assinaturas".

Mais recentemente, Henrique Neto apresentou queixa por causa de um incidente ocorrido numa estação do metropolitano, em Lisboa, onde terá sido impedido de distribuir propaganda.

Como consequência, a CNE notificou o Metropolitano para contestar, mas avisando a empresa de que deve instruir os seus funcionários ou contratados de que a propaganda é livre e não pode impedir ninguém de a fazer.

Também Paulo de Morais apresentou queixa junto da CNE por ter tido dificuldades na distribuição de propaganda.

Já a candidatura de Edgar Silva queixou-se por causa de um incidente em Viana do Castelo, que envolve uma empresa de publicidade comercial e uma candidatura adversária.

De acordo com João Almeida, que frisou que ainda não foi apurado o que realmente se terá passado, a empresa "passeava cartazes" que, por um lado, apoiavam uma das candidaturas e, por outro, "colocava o nome de Edgar Silva como se fosse apoiante daquela que tinha a propaganda".

No meio do imbróglio, está a candidatura de Marcelo Rebelo de Sousa como a candidatura que, alegadamente, usaria o nome de Edgar Silva, mas João Almeida adiantou que ainda não foi possível apurar se tem ou não alguma responsabilidade no sucedido.

A candidata apoiada pelo Bloco de Esquerda, Marisa Matias também se queixou junto da CNE, no caso por causa da "possibilidade de coincidência de duas ações de rua de duas candidaturas", situação que já está a "ser resolvida por consenso".

Já Cândido Ferreira dirigiu-se à CNE para se queixar do tratamento diferenciado da comunicação social na cobertura da campanha eleitoral, criticando aquilo que chamou de critérios "desigualitários e antidemocráticos".

Por último, Sampaio da Nóvoa reclamou por causa da eventual composição de umas mesas de voto, por ter entendido que não estava assegurada a pluralidade necessária.

Além das queixas apresentadas pelos candidatos ou respetivas candidaturas, a CNE recebeu também "centenas" de pedidos de esclarecimento por parte de cidadãos com dúvidas que vão desde a votação antecipada, até à forma como se devem posicionar as mesas de voto ou sobre "que posição podem assumir os delegados das candidaturas junto das mesas de voto".

Houve ainda queixas de cidadãos contra a candidatura de Maria de Belém "por fazer propaganda com recurso a publicidade comercial".

Lusa

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • "Avançámos em primeiro lugar com incentivos às empresas"
    18:07

    Economia

    O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar do que pode ser feito depois da tragédia dos incêndios que assolou o país na última semana. O governante diz que já avançou com incentivos às empresas afetadas e que neste momento o mais importante é preservar a segurança das pessoas.

    Entrevista SIC Notícias

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Gémeas correm risco de vida se não saírem de Gaza

    Mundo

    Duas irmãs gémeas siamesas correm risco de vida enquanto permanecerem em Gaza. Quem diz é o médico Alam Abu Hamba, do Hospital de Shifra, que garante que "situação complicada" das meninas não pode ser tratada por médicos no território costeiro, atulamente bloqueado pelo Egito e por Israel. Abu Hamba espera que o casal de gémeas possa ser transferido para fora da separação.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC