sicnot

Perfil

Presidenciais 2016

Paulo de Morais interrompe campanha para ser ouvido em tribunal

Paulo de Morais interrompe campanha para ser ouvido em tribunal

Paulo de Morais teve de interromper a campanha eleitoral esta manhã, para ser ouvido no Tribunal de Instrução Criminal do Porto. O candidato foi acusado de difamação por Luís Filipe Menezes. Em causa estão declarações de Paulo de Morais, no ano passado, num programa televisivo, a propósito da discrepância entre rendimentos e património do antigo presidente da Câmara de Gaia. "Não bastava serem corruptos, ainda são parolos", afirmou, na altura.