sicnot

Perfil

Prince 1958-2016

Prince 1958-2016

Prince 1958-2016

Casa e estúdio de Prince abrem ao público em outubro

A casa e estúdio do músico norte-americano Prince, conhecidos como Paisley Park, em Chanhassen, Minesota (EUA), abrirão ao público a 06 de outubro, revelou a Bremer Trust, entidade que gere o património do artista.

Prince morreu a 21 de abril, aos 57 anos, em consequência de uma 'overdose' de analgésicos opióides, tendo sido encontrado sem vida em Paisley Park, a propriedade que integra a casa e estúdio de gravação que construiu e que acolherá agora visitas guiadas para o público.

"Abrir Paisley Park [ao público] era uma coisa que Prince sempre quis fazer e estava a trabalhar ativamente nisso. Apenas algumas centenas de pessoas tiveram a rara oportunidade de visitarem a propriedade enquanto ele foi vivo", afirma a irmã do músico, Tyka Nelson, citada num comunicado da Bremer Trust.

As visitas guiadas, que durarão 70 minutos, incluirão passagem pelos espaços onde Prince gravava os telediscos, onde ensaiava e dava concertos privados. Os bilhetes serão colocados à venda na sexta-feira.

Paisley Park transformar-se-á assim numa espécie de museu, já que poderão ainda ser vistos centenas de objetos dos arquivos pessoais do músico, como instrumentos, prémios e vestuário.

Esta abertura de Paisley Park ao público é feita pela Bremer Trust com a empresa PP Management, que pertence ao grupo empresarial que gere Graceland, a propriedade que pertenceu a Elvis Presley e que já foi visitada por mais de 20 milhões de pessoas.

Lusa

  • Droga encontrada na casa de Prince
    1:24

    Prince 1958-2016

    A investigação à morte de Prince ainda não está fechada. Na casa do cantor, foram encontradas dezenas de comprimidos, que contêm uma substância 50 vezes mais poderosa que a heroína. Os resultados da autópsia revelaram que o músico de 57 anos murreu devido a uma overdose.

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57

    País

    Tondela foi um dos municípios mais atingidos pelo incêndio, deixando dezenas de animais feridos e perdidos no concelho. Várias clínicas veterinárias são agora um porto de abrigo e, em alguns casos, um ponto de encontro. Muitos dos animais chegaram recolhidos por voluntários e a maior parte dos casos são animais que, no momento de aflição, foram soltos pelos donos e salvos pelo instituto de sobrevivência.

  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • Maioria das praias do Algarve já não tem nadador-salvador
    2:19

    País

    A lei não obrigada os concessionários a garantir o serviço e, por isso, a esmagadora maioria das praias do Algarve está sem vigilância desde 30 de setembro. Ainda assim, os areais vão atraindo milhares de banhistas com as temperaturas altas que ainda se fazem sentir. Um nadador-salvador recomenda os banhistas a não nadar e, em dias de ondulação, evitar caminhadas à beira-mar.

  • Parlamento catalão vai responder à ativação do artigo 155
    1:54
  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31