sicnot

Perfil

Revista do Ano 2016

Os conteúdos mais vistos em 2016

Na internet o ano de 2016 ficou marcado por várias mortes, como a de Nicolau Breyner e de José Boavida, agressões, desaparecimentos, Cristiano Ronaldo e Marcelo Rebelo de Sousa. Desde o desaparecimento do Martim, a um vídeo de violência doméstica, conheça aqui os conteúdos mais vistos no site e Facebook da SIC Notícias.

Em agosto deste ano, as chamas devastaram o Funchal, num incêndio que fez três mortos e deixou 22% da cidade queimada. Cristiano Ronaldo ocupa o primeiro lugar da lista, quando a 10 de agosto ofereceu ajuda financeira à Madeira.

A 14 de março, Nicolau Breyner morreu, vítima de um ataque cardíaco. O artigo que dá conta da morte de um dos atores que mais marcou a televisão portuguesa aparece em segundo lugar.

O Contas Poupança é um segmento do Jornal da Noite que ensina os portugueses a poupar. Em outubro, apresentamos uma maneira que pode ajudar a evitar a penalização pelo fim do contrato das telecomunicações.

No verão, um desafio no Facebook tornou-se viral. Com o nome "Desafio Aceite", as pessoas eram levadas a publicar uma fotografia a preto e branco para participar numa corrente humana contra o cancro. O quarto artigo mais lido do ano foi o aviso da Polícia Judiciária a pedir que os utilizadores não aderissem a este desafio. De acordo com a PJ, tratava-se de um esquema de invasão de privacidade.

A 26 de janeiro, publicamos a notícia de que José Boavida morreu. O artigo que anuncia a morte do ator aparece em quinto lugar na lista.

Uma rua no Cais do Sodré foi palco de uma luta entre o dono de um restaurante e um grupo de jovens, em março. Em sexto lugar, aparece o vídeo que mostra o homem a tentar impedir o grupo de entrar no seu estabelecimento, acabando por ser atingido com um pontapé nas costas.

Martim desapareceu em Ourém a 24 de outubro, a cerca de dois quilómetros da casa dos avós. A criança de apenas dois anos foi encontrada no dia seguinte, "molhado, muito bem-disposto", mas sem sinais de hipotermia. O artigo em que revelamos o reaparecimento de Martim e mostramos a "selfie" das autoridades com a criança foi o sétimo mais visto.

O verão ficou ainda marcado pelos acontecimentos em Ponte de Sor, onde os dois filhos do embaixador iraquiano em Portugal agrediram um jovem, durante uma noite de álcool. A 22 de agosto, foi publicado um excerto do vídeo da entrevista dos irmãos em exclusivo à SIC. As declarações de Haider e Ridha ocupam o oitavo lugar da lista.

A Guarda Civil espanhola divulgou em novembro as imagens de violência doméstica, que levaram à detenção de um homem em Alicante. O vídeo da câmara de videovigilância mostra o homem a arrastar brutalmente a companheira e as imagens podem chocar as pessoas mais sensíveis.

A violência no Cais do Sodré volta a aparecer nos mais vistos, com um vídeo onde mostra as agressões entre os jovens e o dono do restaurante.

Em Belém é prática o Presidente cessante oferecer um carro ao Presidente que lhe sucede. Contudo, Marcelo Rebelo de Sousa recusou andar num carro de 129 mil euros comprado no final do mandato por Cavaco Silva. Em julho, publicamos uma peça com a recusa do Presidente da República, que conseguiu alcançar o 11.º dos artigos mais vistos.

No início do mês de novembro, foi noticiada a morte de um árbitro mexicano devido a um murro infligido por um futebolista. O artigo dá conta da agressão ao árbitro de 55 anos, depois de ter sancionado disciplinarmente o jogador em questão.

Em último lugar da lista dos conteúdos mais vistos aparece o artigo que dá conta do reaparecimento do jovem português, em Londres. Volodymyr Lavriv foi encontrado num hospital psiquiátrico nos arredores da capital britânica, depois de se ter envolvido numa cena de violência no aeroporto.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.