sicnot

Perfil

Rio 2016

Mais de 250 atletas russos autorizados a participar nos Jogos Olímpicos

Mais de 250 dos 387 atletas russos que integravam originalmente a equipa olímpica do país foram autorizados a participar nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, anunciou hoje o presidente do Comité Olímpico Russo (COR).

"As federações internacionais deram aval à participação de mais de 250 atletas russos de diferentes modalidades desportivas", disse Zhukov, em declarações à televisão russa.

O responsável russo destacou o facto de ter sido autorizada a participação de todos os atletas russos de modalidades como o voleibol, polo aquático, esgrima, ginástica, natação sincronizada, ténis, tiro e taekwondo.

Foram já excluídos dos Jogos do Rio de Janeiro, de 5 a 21 de agosto, 67 participantes no atletismo, 22 no remo, sete na natação, cinco na canoagem e quatro no ciclismo.

O Comité Olímpico Internacional (COI) atribuiu no domingo às federações internacionais a responsabilidade de decidir se os desportistas russos podem competir no Rio2016.

Os que forem aceites devem cumprir uma série de critérios, entre os quais nunca terem sido sancionados por doping, sendo que todos serão submetidos a rigorosos controlos antidoping antes do evento, realizados pela Agência Mundial Antidopagem (AMA).

De acordo com um relatório independente da AMA, divulgado na semana passada, o Governo russo dirigiu um programa de dopagem no desporto com apoio estatal, com participação ativa do ministro dos Desportos e dos serviços secretos.

O relatório do professor canadiano Richard McLaren refere que o programa "à prova de falhas" foi colocado em prática pelos responsáveis russos, inclusivamente durante os Jogos Olímpicos de Inverno Sochi2014.

De acordo com o documento, o ministro dos desportos da Rússia, Vitaly Mutko, teve "participação ativa" neste sistema, que teve a assistência dos serviços secretos nos laboratórios antidopagem de Moscovo e Sochi.

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.