sicnot

Perfil

Rio 2016

Mais de 250 atletas russos autorizados a participar nos Jogos Olímpicos

Mais de 250 dos 387 atletas russos que integravam originalmente a equipa olímpica do país foram autorizados a participar nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, anunciou hoje o presidente do Comité Olímpico Russo (COR).

"As federações internacionais deram aval à participação de mais de 250 atletas russos de diferentes modalidades desportivas", disse Zhukov, em declarações à televisão russa.

O responsável russo destacou o facto de ter sido autorizada a participação de todos os atletas russos de modalidades como o voleibol, polo aquático, esgrima, ginástica, natação sincronizada, ténis, tiro e taekwondo.

Foram já excluídos dos Jogos do Rio de Janeiro, de 5 a 21 de agosto, 67 participantes no atletismo, 22 no remo, sete na natação, cinco na canoagem e quatro no ciclismo.

O Comité Olímpico Internacional (COI) atribuiu no domingo às federações internacionais a responsabilidade de decidir se os desportistas russos podem competir no Rio2016.

Os que forem aceites devem cumprir uma série de critérios, entre os quais nunca terem sido sancionados por doping, sendo que todos serão submetidos a rigorosos controlos antidoping antes do evento, realizados pela Agência Mundial Antidopagem (AMA).

De acordo com um relatório independente da AMA, divulgado na semana passada, o Governo russo dirigiu um programa de dopagem no desporto com apoio estatal, com participação ativa do ministro dos Desportos e dos serviços secretos.

O relatório do professor canadiano Richard McLaren refere que o programa "à prova de falhas" foi colocado em prática pelos responsáveis russos, inclusivamente durante os Jogos Olímpicos de Inverno Sochi2014.

De acordo com o documento, o ministro dos desportos da Rússia, Vitaly Mutko, teve "participação ativa" neste sistema, que teve a assistência dos serviços secretos nos laboratórios antidopagem de Moscovo e Sochi.

Lusa

  • PSOE apresenta moção de censura contra Mariano Rajoy

    Mundo

    O PSOE apresenta hoje uma moção de censura contra o presidente do governo, Mariano Rajoy. A notícia está a ser avançada pelos meios de comunicação social espanhóis. Em causa está a condenação judicial de vários dirigentes do Partido Popular no caso de corrupção, conhecido como "Gurtel".

  • Assembleia-geral do Sporting marcada para 23 de junho
    2:57
  • Congresso do PS começa hoje na Batalha

    País

    O 22.º Congresso do PS começa hoje, na Batalha, distrito de Leiria, e durante o qual o secretário-geral, António Costa, deverá defender uma linha de continuidade estratégica, procurando, em simultâneo, projetar desafios estruturais que se colocam ao país.

  • Pelo menos 50 mortos em naufrágio na RD Congo

    Mundo

    Cinquenta corpos foram resgatados depois que um barco ter naufragado num rio no noroeste da República Democrática do Congo (RDCongo) na quarta-feira, de acordo com um relatório oficial entregue hoje à Agência France Presse (AFP).

  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC