sicnot

Perfil

Rio 2016

Tribunal Arbitral do Desporto confirma exclusão de halterofilistas russos

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) confirmou esta quarta-feira o impedimento imposto a oito halterofilistas russos de participarem nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, rejeitando um recurso interposto pela federação russa da modalidade.

Na semana passada, o Comité Olímpico Internacional tinha remetido para as federações a decisão de participação dos atletas russos e a Federação Internacional de Halterofilismo (IWF) decidiu sexta-feira excluir todos os oito halterofilistas russos qualificados para os Jogos, por repetidos casos de 'doping'.

Os oito halterofilistas faziam parte de um conjunto de 31 desportistas russos que recorreram ao TAS a título individual ou coletivo depois de terem sido impedidos de participar nas olimpíadas pelas respetivas federações.

De acordo com um relatório independente da Agência Mundial Antidopagem (AMA) recentemente divulgado, o Governo russo dirigiu um programa de dopagem no desporto com apoio estatal, com participação ativa do ministro dos Desportos e dos serviços secretos.

O relatório do professor canadiano Richard McLaren refere que o programa "à prova de falhas" foi colocado em prática pelos responsáveis russos, inclusivamente durante os Jogos Olímpicos de Inverno Sochi2014.

De acordo com o documento, o ministro dos desportos da Rússia, Vitaly Mutko, teve "participação ativa" neste sistema, que teve a assistência dos serviços secretos nos laboratórios antidopagem de Moscovo e Sochi.

Na sequência da diretiva do COI, pelo menos 117 dos 387 atletas que faziam parte da equipa nacional russa foram já banidos dos Jogos.

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.